O mistério das luzes fantasmas de Aleya

As origens do nosso Halloween moderno remontam ao antigo festival pagão de Samhain, repleto de rituais misteriosos. Durante o Samhain, o véu entre o mundo físico e o mundo espiritual pode ser rompido, abrindo uma porta para outras dimensões e liberando as forças dos mortos-vivos entre nós.

O mistério das luzes fantasmas Aleya

Durante séculos, os moradores da Bengala Ocidental da Índia, que faz fronteira com Bangladesh, falaram com temerosa trepidação da estranha exibição de luzes bruxuleantes sobre os pântanos escuros, orbes fantasmagóricos que simplesmente não podem ser explicados. Alguns cientistas afirmam que eles são causados ??por bolsões de gás metano, mas para muitos moradores, há uma explicação muito mais aterrorizante. As luzes representam as almas fantasmagóricas de pescadores mortos que tragicamente perderam suas vidas navegando pelos pântanos que cercam a região.

Seus espíritos não estão dispostos – ou incapazes – de descansar em paz. Por estarem presos em uma dimensão espectral, eles, por sua vez, tentam prender os outros. A tradição local está repleta de histórias de pescadores que ficaram paralisados ??pelas luzes e os seguiram cegamente, apenas para encontrar suas próprias mortes horríveis, seus corpos afogados misteriosamente aparecendo na praia.

Contos de fantasmas e aparições espectrais são tão antigos quanto a própria civilização. Fantasmas aparecem nas páginas do épico mesopotâmico de 4.000 anos, Gilgamesh, bem como nas histórias do poeta grego Homero. Até a obra de Shakespeare está cheia de personagens fantasmagóricos. As luzes Aleya estão entre centenas de fenômenos igualmente inexplicáveis ??encontrados em lugares ao redor do mundo. Eles são apenas uma variedade de encontros fantasmagóricos, então você pode escolher em qual acreditar. De acordo com uma pesquisa Economist/YouGov de 2018, 54% de todos os americanos acreditam em fantasmas. Mas 68% por cento dizem que encontraram um – o que significa que até mesmo alguns que não acreditam ter tido experiências paranormais.

Muitas pessoas que acreditam ter tido uma experiência fantasmagórica não descrevem ter visto o que consideraríamos uma figura fantasma tradicional. Eles podem ouvir gemidos ou assobios ou vozes desencarnadas fazendo sons ininteligíveis. Eles podem ver objetos se movendo por uma sala sozinhos ou luzes ou máquinas misteriosamente ligadas e desligadas. Houve relatos de cheiros repentinos de nenhuma fonte aparente ou de uma área estranhamente fria em um espaço temperado.

Qualquer um desses indicadores cria a estranha sensação de que algo inexplicável está ao nosso redor. Esses encontros misteriosos podem levar a uma ampla gama de emoções, incluindo confusão, incerteza, terror ou até mesmo alegria com a possibilidade de se reconectar com entes queridos que partiram. Mas a presença do desconhecido – especialmente o invisível – deixa muitos em busca de respostas.

Podemos não ser capazes de ver essas figuras fantasmagóricas, mas isso não significa que não haja nada lá, ou que elas não sejam reais. O que podemos ver com o olho humano é extremamente limitado e pode nos impedir de testemunhar seres espirituais de uma realidade diferente e oculta.

Alguns pesquisadores e cientistas acreditam que pode haver dimensões paralelas que existem além da nossa. E se isso fosse verdade? Se realmente existem outras formas de vida além de nossa própria realidade física e nos cruzamos com elas – quem sabe como elas se manifestariam para nós, ou como reagiríamos.

Pesquisadores paranormais e céticos ficaram intrigados com a capacidade relatada de entidades de habitar a forma física, mas são capazes de atravessar barreiras físicas, como paredes e portas. Isso é uma indicação de que eles têm a capacidade de se mover de uma dimensão para outra, rapidamente aparecendo e desaparecendo novamente? Isso é porque eles dominaram as habilidades em mudar sua composição molecular? Eles estão viajando por portais que não podemos ver?

Se sim, então esses seres podem ter participado de nosso mundo por milhares de anos. Isso pode explicar as descrições dos primeiros encontros “fantasmagóricos” da história com anjos e demônios em textos religiosos como a Bíblia e o Alcorão. Essas entidades poderiam realmente ser visitantes de uma dimensão paralela? Se esses seres têm a capacidade de viajar por estradas interdimensionais para acessar nosso universo, seremos capazes de atravessar para o deles?

À medida que cientistas, pesquisadores e tecnólogos continuam investigando, algum dia poderemos responder às nossas perguntas não respondidas sobre esses encontros misteriosos. E algum dia resolveremos o mistério e o terror das luzes fantasmas de Aleya que assombram os pântanos de Bengala Ocidental.

Comente!