Os Astronautas Antigos

O termo Astronautas Antigos geralmente se refere a extraterrestres que vieram para a Terra e foram de alguma forma responsáveis por semear a raça humana.

O defensor mais notório dessa ideia é Erich von Daniken, autor de vários livros populares sobre o assunto. Seu best-seller Chariots of the Gods , publicado em 1968, argumentou que a espaçonave pousou muito antes que a humanidade moderna povoasse a Terra.

Os visitantes antigos realizaram experimentos de reprodução e produziram uma criatura inteligente o suficiente para ter as regras da sociedade transmitidas a ela.

Esses novos seres inventaram a agricultura e se tornaram os primeiros artistas, criando então suas próprias civilizações guerreiras.

Sodoma e Gomorra foram destruídas por uma bomba atômica! A Arca da Aliança era um transmissor eletrificado que permitia a Moisés se comunicar com os astronautas!

Von Daniken ainda afirma que antigos astronautas – completos com capacetes espaciais – foram esculpidos em estelas na cidade maia de Copan!

Todos os antigos mitos de criação falam de Deuses e Deusas que vieram à Terra em algum tipo de cenário mágico – ou cavalgando em carruagens de fogo – e criando uma raça chamada Humanos.

A maioria desses mitos se refere ao seu Deus primário como um Deus Sol, significando da luz. No Egito, esse Deus era chamado de Ra, Re, Raio de luz.

As lendas criativas são um fenômeno global. Registros dos sistemas de crenças de antigos astronautas que vieram à Terra podem ser encontrados na Arte rupestre ~~ Antigas tabuletas de argila sumérias e selos cilíndricos,e na Bíblia.

A Bíblia fala da palavra hebraica ‘Elohim’, que significa ‘Deus’ ou ‘aqueles que vieram do céu’. Gênesis, capítulo 1:26, afirma: ‘E disse Deus: Façamos o homem à nossa imagem, conforme a nossa semelhança’.

Esta citação ainda usa o plural ‘nós’ em vez do singular ‘eu’, sugerindo que Deus não era uma entidade única, como muitos de nós fomos criados e condicionados a acreditar.

A Epopéia Suméria de Gilgamesh está repleta de menções a carros de fogo e pessoas sendo levadas para o jardim de Deus. A Epopéia também contém uma série de paralelos com nosso próprio antigo Testamento.

Por exemplo, ele menciona um grande dilúvio e relata uma história muito próxima à de Moisés sendo lançado rio abaixo quando criança.

Os sumérios também tinham um Éden, conhecido como Dilmun, que é descrito na Epopéia de Enki e Ninhursag – as histórias da criação de ambos os textos apresentam semelhanças impressionantes.

Comente!