Somos produto de um universo auto-simulado?

Uma nova hipótese apresentou a noção de que nosso universo pode estar se auto-simulando para existir.

A ideia de que todos nós poderíamos estar vivendo em uma simulação de computador – um conceito popularizado pelo filme de sucesso Matrix – certamente não é novidade, mas agora os cientistas de um instituto de física teórica de Los Angeles deram um passo adiante com uma nova hipótese: Certifique-se de deixá-lo coçando a cabeça.


O novo artigo, intitulado “A interpretação da hipótese de auto-simulação da mecânica quântica”, propõe a idéia de que, em vez de viver em uma simulação gerada por um sofisticado sistema de computador, talvez a nossa “realidade” seja uma “auto-simulação” mental. gerado pelo próprio universo.

Isso implica que o mundo e tudo nele não existem fisicamente, mas é uma expressão da consciência do universo, ou seja, o cosmos está se auto-realizando.

Esse conceito de realidade também implica que o tempo não existe realmente; ao contrário, o universo consiste em uma ordem hierárquica de pensamento e sub-pensamento, cobrindo tudo, desde pessoas e coisas até as partículas fundamentais e as leis da física.

“Enquanto muitos cientistas presumem que o materialismo é verdadeiro, acreditamos que a mecânica quântica pode fornecer dicas de que nossa realidade é uma construção mental”, disse o físico David Chester.

“Os recentes avanços na gravidade quântica, como ver o espaço-tempo emergir através de um holograma, também são uma dica de que o espaço-tempo não é fundamental”.

“Em certo sentido, a construção mental da realidade cria o espaço-tempo para entender-se com eficiência, criando uma rede de entidades subconscientes que podem interagir e explorar a totalidade das possibilidades”.

Essa ideia é conhecida como panpsiquismo – significando que tudo existe como pensamento ou consciência.

Certamente oferece uma visão interessante da resposta à vida, ao universo e tudo mais.

Comente!