Instituto SETI comemora 35 anos de caça ET

A organização de pesquisa está comemorando hoje 35 anos de busca por sinais de inteligência extraterrestre.

Fundado em Mountain View, Califórnia, em 20 de novembro de 1984, o Instituto SETI assumiu como missão varrer sistematicamente os céus em busca de evidências de que não estamos sozinhos no universo.


Certamente muita coisa mudou desde o começo humilde do instituto, incluindo a construção da matriz do telescópio Allen nas montanhas Cascade e a descoberta de vários milhares de planetas extra-solares – mundos distantes que podem ou não ter o potencial de abrigar vida inteligente.

Depois de mais de três décadas, os cientistas ainda mal arranharam a superfície.

A co-fundadora Jill Tarter, que foi a inspiração para o personagem de Jodie Foster no filme Contact, comparou anteriormente a busca por evidências de vida extraterrestre no universo com alguém tentando encontrar peixes nos oceanos da Terra examinando um único copo de água.

Mesmo assim, uma das principais realizações do Instituto SETI ao longo das décadas foi trazer a idéia de encontrar vida extraterrestre para o centro das atenções e torná-la um tópico de pesquisa mais aceitável.

“Tornou-se mais popular falar sobre a busca pela vida no universo”, disse o astrônomo Jason Wright. “Eu acho que Carl Sagan se esforçou muito para enquadrar a astronomia em termos de encontrar o lugar da humanidade no cosmos e responder à pergunta ‘estamos sozinhos?’ mas essa visão dele se tornou padrão “.

“O Instituto SETI incorporou isso em toda a pesquisa em astrobiologia que realiza”.

Então, quais são as chances de o SETI um dia descobrir evidências de vida alienígena inteligente?

Como as coisas estão, é impossível dizer, mas os cientistas estão determinados a continuar.

Comente!