Fenômenos

SETI do Reino Unido lança a maior pesquisa de contato com alienígenas

Os pesquisadores querem averiguar as opiniões do público sobre como a humanidade deve responder ao primeiro contato com alienígenas.

A questão de estarmos sozinhos no universo continua sendo um dos maiores enigmas filosóficos do nosso tempo. Embora pareça quase inconcebível que nossa civilização esteja sozinha no cosmos, ainda permanece o fato de que ainda precisamos ver evidências em contrário.


Mas o que aconteceria se detectássemos um sinal de uma civilização alienígena inteligente?

Esta semana, a Rede de Pesquisa Seti do Reino Unido (UKSRN) está lançando o que está sendo anunciado como a maior pesquisa de todos os tempos sobre a atitude do público em geral em relação ao contato com a vida alienígena inteligente.

“Não existe absolutamente nenhum procedimento consagrado no direito internacional sobre como responder a um sinal de uma civilização alienígena”, disse o astrônomo Martin Dominik. “Queremos ouvir as opiniões das pessoas”.

“As consequências afetam mais pessoas do que apenas cientistas”.

Mesmo que interceptássemos um sinal alienígena, poderíamos entendê-lo?

“Não podemos confiar no fato de haver uma pedra de Rosetta ou um grande berço de decifração no sinal”, disse o Dr. John Elliott. “Vai levar tempo para entender e se esse trabalho começar a se arrastar e não houver nada novo que possamos dizer, o vácuo de informações será preenchido com especulações”.

“Conjecturas e boatos vão assumir.”

Basta dizer que, nesse cenário, determinar a verdade a partir da especulação pode ser um desafio.

Sobre o autor

Renê Fraga

é bacharel em administração de empresas e fundador da FragaNet Networks - empresa especializada em comunicação digital e mídias sociais. Em seu portfólio estão projetos como: Google Discovery, TechCult, AutoBlog e Arquivo UFO. Também foi colunista de tecnologia no TechTudo, da Globo.com.

Comente!

error: