Curiosidades

Cápsula da Apollo 10 perdida no espaço pode ter sido encontrada após 50 anos

O módulo de comando da Apollo 10 apelidado de “Charlie Brown” e o módulo lunar “Snoopy” foram chamados assim porque estavam destinados a “bisbilhotar” a superfície da Lua a partir de uma órbita próxima.

Enquanto Charlie voltou para casa, o Snoopy nunca fez isso.


Cinquenta anos depois, no aniversário da missão Apollo 11, os astrônomos estão “98% convencidos” de que encontraram o Snoopy.

Dois meses antes de a missão Apollo 11 pousar na Lua pela primeira vez, outra cápsula da Nasa se aproximou de forma tentadora – apenas para se perder por décadas.

Como uma agulha num palheiro cósmico, as chances de localizar a cápsula eram de aproximadamente 235 milhões para uma. Cinquenta anos depois, no aniversário da missão Apollo 11, os astrônomos estão “98% convencidos” de que fizeram exatamente isso.

Liderada pelo astrônomo amador Nick Howes, que é membro da Royal Astronomical Society, a pesquisa está em andamento desde 2011.

Nesse ponto, quarenta anos após a missão, os últimos movimentos conhecidos e informações orbitais do Snoopy foram há muito influenciados pela gravidade do Sol, da Terra e da Lua. Isso significa que astrônomos, voluntários e estudantes tiveram que vasculhar terabytes de dados de telescópio em um vasto campo de pesquisa.

Mesmo agora, depois de todo esse trabalho, Howes e seus colegas não podem dizer com certeza se o objeto que identificaram é realmente a cápsula há muito perdida da NASA. Embora desta vez, as chances parecem ser a seu favor.

“Até que alguém chegue bem perto e obtenha um perfil de radar detalhado, não podemos ter certeza”, disse Howes aos participantes do Cheltenham Science Festival, no Reino Unido, segundo a Sky.

“Temos que esperar alguns anos para que isso volte, mas quando voltar, a ideia é que teremos uma imagem realmente detalhada. Seria uma conquista realmente fantástica para a ciência.”

A próxima data para a abordagem mais próxima do Snoopy para a Terra será de cerca de 18 anos, diz Howe. Ele tem algumas ideias sobre como podemos verificar e até mesmo recuperar a cápsula.

“Eu adoraria ter Elon Musk e sua maravilhosa espaçonave nessa missão”, disse Howes na conferência.

Mas o astrônomo também reconheceu no Twitter os custos que tal empreendimento acarretaria.

Mesmo que trazer o Snoopy para casa não seja tão importante em nossa lista de prioridades, é incrível pensar que talvez tenhamos encontrado uma história de exploração espacial há muito descartada, à deriva no nosso Sistema Solar.

Sobre o autor

Renê Fraga

é bacharel em administração de empresas e fundador da FragaNet Networks - empresa especializada em comunicação digital e mídias sociais. Em seu portfólio estão projetos como: Google Discovery, TechCult, AutoBlog e Arquivo UFO. Também foi colunista de tecnologia no TechTudo, da Globo.com.

Comente!

error: