Ufologia

Marinha dos EUA não vai divulgar informações sobre OVNIs

Os avistamentos relatados provavelmente serão mantidos em sigilo.
Um movimento para formalizar o processo de relatar OVNIs não resultará em detalhes sendo liberados para o público.

Quando foi revelado no mês passado que a Marinha dos EUA estaria elaborando novas diretrizes para tornar mais fácil para os pilotos e outros funcionários reportarem avistamentos de objetos voadores não identificados, havia uma expectativa geral de que isso pudesse levar os detalhes de tais avistamentos a serem liberados. o público.


Agora, no entanto, Joe Gradisher – um porta-voz do gabinete do vice-chefe de Operações Navais de Guerra da Informação – fez uma declaração que lançou sérias dúvidas sobre essa possibilidade.

“As organizações de segurança da aviação militar sempre mantêm relatos de perigos à aviação como informações privilegiadas, a fim de preservar a priorização e a discussão livres e honestas de segurança entre as tripulações”, disse ele.

“Além disso, qualquer relatório gerado como resultado dessas investigações incluirá, por necessidade, informações classificadas sobre operações militares.”

“Portanto, nenhuma divulgação de informações ao público em geral é esperada.”

No entanto, há uma chance de que a medida possa resultar na divulgação de detalhes mais amplos, como o número de avistamentos relatados ou um resumo das conclusões dos pesquisadores.

Como as coisas estão, só temos que esperar e ver como tudo se desenrola.

Sobre o autor

Renê Fraga

é bacharel em administração de empresas e fundador da FragaNet Networks - empresa especializada em comunicação digital e mídias sociais. Em seu portfólio estão projetos como: Google Discovery, TechCult, AutoBlog e Arquivo UFO. Também foi colunista de tecnologia no TechTudo, da Globo.com.

Comente!

error: