Curiosidades

Cientistas revertem o tempo com computador quântico

A notável conquista foi comparada a ter um conjunto de bolas de sinuca espalhadas de volta ao lugar.

O mundo da física quântica pode ser desconcertante no melhor dos tempos e esta última conquista, que foi alcançada por uma equipe de cientistas da Rússia, Suíça e Estados Unidos, não é uma exceção.


O experimento envolveu o uso de um computador quântico rudimentar composto de quibits – unidades básicas de informação que podem ser um, zero ou uma mistura (superposição) de ambos.

Um “programa de evolução” foi executado para espalhar os limites em padrões cada vez mais complexos – um processo comparável a um rack de bolas de bilhar sendo atingido pela bola branca e espalhado pela mesa.

Para conseguir a “reversão do tempo”, os cientistas usaram um programa separado para modificar o estado do computador quântico, de modo que os quibits fossem então devolvidos ao seu estado ordenado original.

Em nossa analogia com a sinuca – isso seria como se todas as bolas não fossem engatilhadas e se transformassem em um triângulo perfeito.

“Nós criamos artificialmente um estado que evolui em uma direção oposta àquela da flecha termodinâmica do tempo”, disse o pesquisador-chefe Dr Gordey Lesovik.

Embora seja pouco provável que o avanço faça com que o DeLorean, que viaja no tempo, de Doc Brown, seja uma realidade em breve, ele deve, em última análise, ser inestimável no campo da computação quântica.

O próximo passo será reduzir a taxa de erro melhorando a sofisticação da tecnologia.

“Nosso algoritmo pode ser atualizado e usado para testar programas escritos para computadores quânticos e eliminar ruídos e erros”, disse Lesovik.

Sobre o autor

Renê Fraga

é bacharel em administração de empresas e fundador da FragaNet Networks - empresa especializada em comunicação digital e mídias sociais. Em seu portfólio estão projetos como: Google Discovery, TechCult, AutoBlog e Arquivo UFO. Também foi colunista de tecnologia no TechTudo, da Globo.com.

Comente!

error: