Curiosidades

Este planeta está tão quente que até o metal evapora

O planeta extrassolar conhecido como Kelt-9b é tão quente que sua atmosfera contém ferro e titânio vaporizados.

O mundo infernal, situado a 650 anos-luz de distância na constelação de Cygnus, está 30 vezes mais próximo de sua estrela do que a Terra é ao Sol e vê temperaturas superficiais superiores a 4.000 graus.


Recentemente, o planeta foi observado por uma equipe de astrônomos que usou o Galileo National Telescope em La Palma, Ilhas Canárias, para vê-lo enquanto passava na frente de sua estrela-mãe.

“As temperaturas são tão insanas que, embora seja um planeta, tem a atmosfera de uma estrela”, disse o professor Kevin Heng, co-autor do estudo, da Universidade de Berna.

“A principal lição que os exoplanetas estão nos ensinando é que não podemos simplesmente olhar para o sistema solar.”

“Há coisas realmente estranhas por aí.”

Embora esse planeta em particular seja provavelmente um dos piores lugares possíveis para procurar evidências de vida, as técnicas usadas para observá-lo certamente terão um papel importante na busca de vida em outros mundos.

“Esses planetas quentes são um campo de testes para as técnicas que usaremos quando os planetas realmente interessantes começarem a aparecer nos próximos anos”, disse Heng.

Sobre o autor

Renê Fraga

é bacharel em administração de empresas e fundador da FragaNet Networks - empresa especializada em comunicação digital e mídias sociais. Em seu portfólio estão projetos como: Google Discovery, TechCult, AutoBlog e Arquivo UFO. Também foi colunista de tecnologia no TechTudo, da Globo.com.

Comente!

error: