Ufologia

OVNI supersônico perseguiu porta-aviões dos EUA por dias, diz relatório do Pentágono

Um OVNI supersônico em forma de TicTac perseguiu um porta-aviões dos EUA por dias antes de desaparecer no ar, de acordo com um relatório do Pentágono.

O objeto, que poderia pairar no ar e se tornar invisível, enganou os pilotos de caça da Marinha dos EUA durante um exercício de treinamento no Oceano Pacífico.


A informação obtida pela estação de Las Vegas KLAS, conta como o USS Princeton, um cruzador de mísseis guiados de classe Ticonderoga, tinha múltiplos contatos de radar com o que chamou de Veículo Aéreo Anômalo (AAV).

Em novembro de 2004, o radar ultra-avançado do navio capturou o objeto pairando a 60.000 pés antes de afundar na superfície do oceano em questão de segundos.

Em seguida, ele disparou tão rapidamente que os membros da tripulação pensaram que era um míssil balístico.

Ele apareceu novamente dois dias depois, e um par de jatos F-18 de alta tecnologia foram embaralhados para interceptá-lo, mas os pilotos relataram que o objeto havia se tornado invisível.

Ele ainda pode ser detectado, pois estava provocando uma perturbação circular na água “com cerca de 50 a 100 metros de diâmetro”.

O objeto foi descrito como “branco sólido, liso, sem bordas … uniformemente colorido, sem naceles, pilares ou asas”, e parecia “um ovo alongado ou Tic Tac”, segundo um dos pilotos.

Dias depois, um segundo jato detectou a mesma perturbação – e desta vez viu o OVNI pairando sobre ele “como um Harrier [jato]”.

Quando os dois pilotos retornaram ao navio, os tripulantes os entrevistaram sobre o “voo do OVNI”.

O relatório acrescenta que um submarino de ataque nuclear USS Louisville estava operando na área, mas não relatou nenhum distúrbio.

Um avião de vigilância E-2C Hawkeye conseguiu detectar o objeto, mas não conseguiu bloquear, sugerindo que era capaz de desviar do radar.

Acrescenta que a nave não correspondia a “nenhuma aeronave ou veículo aéreo conhecido no inventário dos Estados Unidos ou de qualquer outra nação estrangeira”.

Sobre o autor

Renê Fraga

é bacharel em administração de empresas e fundador da FragaNet Networks - empresa especializada em comunicação digital e mídias sociais. Em seu portfólio estão projetos como: Google Discovery, TechCult, AutoBlog e Arquivo UFO. Também foi colunista de tecnologia no TechTudo, da Globo.com.

Comente!

error: