Criptozoologia

Testes de DNA no Lago Ness para ajudar na caça de Nessie

Os cientistas estão tentando descobrir exatamente quais tipos de criaturas estão vivendo no enigmático lago da Escócia.

O estudo, que está sendo liderado pelo cientista neozelandês Neil Gemmell, usará técnicas de amostragem de DNA para ver se há alguma base científica para a lenda do monstro.


“Estou pensando nisso, é improvável que exista um monstro, mas quero testar essa hipótese”, disse ele. “O que vamos conseguir é uma pesquisa muito boa sobre a biodiversidade do Lago Ness.”

Para a análise, amostras de água do lago serão coletadas durante um período de duas semanas.

“Não há absolutamente nenhuma dúvida de que vamos encontrar coisas novas, e isso é muito emocionante”, disse Gemmell.

“Enquanto a perspectiva de procurar evidências do monstro de Loch Ness é o gancho para este projeto, há uma quantidade extraordinária de novos conhecimentos que ganharemos com o trabalho sobre os organismos que habitam o Lago Ness.”

Se houver um monstro no lago, ele deixará traços como pele, escamas ou fezes na água.

“Esse DNA pode ser capturado, sequenciado e depois usado para identificar essa criatura, comparando a sequência obtida a grandes bancos de dados de sequências genéticas conhecidas de centenas de milhares de organismos diferentes”, disse Gemmell.

Sobre o autor

Renê Fraga

é bacharel em administração de empresas e fundador da FragaNet Networks - empresa especializada em comunicação digital e mídias sociais. Em seu portfólio estão projetos como: Google Discovery, TechCult, AutoBlog e Arquivo UFO. Também foi colunista de tecnologia no TechTudo, da Globo.com.

Comente!

error: