Ufologia

Sonda em Marte começar a caçar sinais de vida alienígena

O Trace Gas Orbiter, da Agência Espacial Européia, iniciará sua missão nas próximas duas semanas.

A sonda, que passou o último ano conseguindo uma órbita estável ao redor do Planeta Vermelho, analisará a atmosfera marciana para gases indicativos de atividade biológica ou geológica na superfície.


“Este é um marco importante para o nosso programa ExoMars e uma conquista fantástica para a Europa”, disse a gerente de missão Pia Mitschdoerfer.

“Chegamos a esta órbita pela primeira vez através de aerofrenagem e com o mais pesado orbitador já enviado para o Planeta Vermelho, pronto para começar a procurar sinais de vida orbital.”

A coisa mais importante que a equipe vai ficar de olho é o metano – um gás que é produzido principalmente por organismos vivos. O rover Curiosity da NASA já havia coletado o que se acreditava serem traços de metano em Marte.

Como se espera que o metano em Marte tenha uma vida útil de cerca de 400 anos, se o Trace Gas Orbiter detectar qualquer um, isso significará que foi produzido há relativamente pouco tempo.

No entanto, será importante descartar processos geológicos, como a atividade vulcânica.

“Temos a sensibilidade para detectar gases raros em proporções diminutas, com potencial para descobrir se Marte ainda está ativo hoje – biologicamente ou geologicamente falando”, disse Hakan Svedhem, da ESA.

Sobre o autor

Renê Fraga

é bacharel em administração de empresas e fundador da FragaNet Networks - empresa especializada em comunicação digital e mídias sociais. Em seu portfólio estão projetos como: Google Discovery, TechCult, AutoBlog e Arquivo UFO. Também foi colunista de tecnologia no TechTudo, da Globo.com.

Comente!

error: