Inexplicável

Pedras de Stonehenge estavam lá ‘muito antes dos humanos’

Duas das maiores pedras que compõem Stonehenge podem ter estado no local há milhões de anos.

A ideia de que já haveriam pedras no local de Stonehenge muito antes dos humanos chegarem ao local não é tão ridícula quanto parece e poderia realmente explicar por que seus construtores escolheram arrastar pedras adicionais a distâncias tão longas para construir o monumento neste local.


Segundo o especialista em pré-história britânico Mike Pitts, o fato de duas das maiores pedras terem se alinhado com o Sol durante os solstícios de inverno e verão pode ser uma coincidência.

Uma delas – a pedra do salto – é uma rocha enorme e sem forma que fica a cerca de 25 metros do círculo de pedra. Uma segunda pedra também está alinhada com ela no centro do círculo.

Alguns pesquisadores acreditam que um poço de seis metros descoberto ao lado da pedra do salto poderia ser o local onde ela estava originalmente, antes de ser movida pelos construtores do monumento.

“A suposição costumava ser que todos as pedras em Stonehenge tinham vindo de Marlborough Downs a mais de 32 quilômetros de distância”, disse Pitts.

“A ideia, então, vem sendo debatida. Algumas podem ser locais e a pedra do salto saiu daquele grande buraco”.

“Se você for mover algo tão grande, você deve vesti-la antes de movê-la, para se livrar de parte do volume. Isso sugere que ela não foi movida para muito longe.”

“Faz sentido que a pedra do salto sempre tenha estado mais ou menos onde está agora, meio enterrada.”

Sobre o autor

Renê Fraga

é bacharel em administração de empresas e fundador da FragaNet Networks - empresa especializada em comunicação digital e mídias sociais. Em seu portfólio estão projetos como: Google Discovery, TechCult, AutoBlog e Arquivo UFO. Também foi colunista de tecnologia no TechTudo, da Globo.com.

Comente!

error: