Ufologia

Descoberta sugere que vida alienígena pode ser rara

A falta de fósforo no universo pode significar que a vida semelhante a existente na Terra é muito mais rara do que se pensa.

O fósforo, que é criado quando uma estrela particularmente massiva explode em uma supernova, forma a base do DNA e é vital para a transferência e armazenamento de energia em nossas células.


Sem ela, a vida como a encontrada na Terra não pode se formar.

Em um novo estudo, os cientistas que observaram estrelas explosivas remanescentes acreditam que o fósforo pode ser muito menos comum do que pensávamos. A Terra, argumentam eles, pode ter tido sorte porque aconteceu de estar ao lado do tipo “certo” de supernova.

“A rota para transportar fósforo em planetas recém-nascidos parece bastante precária”, disse Jane Greaves, astrônoma da Universidade de Cardiff.

“Se o fósforo é proveniente de supernovas, e depois viaja através do espaço em rochas meteoríticas, um planeta jovem poderia encontrar-se carente de fósforo reativo”

“Nesse caso, a vida pode realmente não acontecer com a química pobre em fósforo, em outro mundo similar ao nosso.”

Sobre o autor

Renê Fraga

é bacharel em administração de empresas e fundador da FragaNet Networks - empresa especializada em comunicação digital e mídias sociais. Em seu portfólio estão projetos como: Google Discovery, TechCult, AutoBlog e Arquivo UFO. Também foi colunista de tecnologia no TechTudo, da Globo.com.

Comente!

error: