Ufologia

Revelada a química alienígena da pedra de Hypatia

A misteriosa rocha espacial contém compostos de micro minerais encontrados em nenhum outro lugar do sistema solar.

Descoberto em 1996 no sudoeste do Egito, a pedra de Hypatia é um espécime único.


Sua origem permaneceu um tema de debate há anos, com cientistas confirmando que não veio de um cometa ou meteorito conhecido e que certamente não se originou em nosso próprio planeta.

Agora, uma equipe de pesquisadores da Universidade de Joanesburgo descobriu minerais que parecem até mesmo o Sol, bem como uma desconcertante falta de matéria silicática dentro da matriz carbonosa da pedra, separando-a de qualquer outra matéria interplanetária que caiu para a Terra.

“A matriz contém uma grande quantidade de compostos de carbono muito específicos, chamados de hidrocarbonetos poliaromáticos, ou HAP, um dos principais componentes do pó interestelar, que existia mesmo antes do nosso sistema solar ser formado”, disse o pesquisador principal Jan Kramers.

A pedra também foi encontrada para conter alumínio em sua forma metálica pura – algo que quase nunca foi encontrado dentro do nosso sistema solar.

Formas inesperadas de carboneto de silício e fosforeto de iodo de prata também foram encontradas, bem como um composto contendo fósforo e níquel, mas sem ferro.

Desafia quase tudo o que conhecemos de formação planetária.

“Quando Hypatia foi encontrada pela primeira vez como algo extraterrestre, mas esses últimos resultados estão abrindo questões ainda maiores sobre suas origens”, disse o Dr. Marco Andreoli.

Sobre o autor

Renê Fraga

é bacharel em administração de empresas e fundador da FragaNet Networks - empresa especializada em comunicação digital e mídias sociais. Em seu portfólio estão projetos como: Google Discovery, TechCult, AutoBlog e Arquivo UFO. Também foi colunista de tecnologia no TechTudo, da Globo.com.

Comente!

error: