Ovo cósmico retrata a nossa própria criação?

Uma pedra intrigante foi encontrada por Peter Daughtrey, pesquisador britânico e autor da “Atlantis e da Cidade da Prata” em Silves, Algarve – Portugal. Suas características notáveis são únicas.

A pedra enorme tem cerca de seis metros de comprimento e aproximadamente 7000 anos de idade, e seria um ovo conectado a criação cósmica. E este ovo em Silves estaria conectado a mitos bem conhecidos.


Esta pedra tem um símbolo com semelhanças incríveis a dupla hélice do DNA e muitos destes chamados ovos cósmicos são mostrados com uma cobra ou serpente enrolada em torno dele.

O ovo cósmico é um motivo mitológico encontrado em histórias de todo o mundo. Na mitologia grega, ele é chamado de ovo órfico. Ovos semelhantes também podem ser encontrados na China, no Egito e em todo o mundo antigo.

Ele é usado para explicar os primórdios da vida na Terra. Muitos dos povos antigos acreditavam que os próprios deuses enviaram o ovo cósmico para a terra e a humanidade surgiu.

Esta pedra já foi localizada perto de uma área onde Peter acredita que a Atlântida era: a pequena aldeia de Silves. Hoje, esta pedra está no museu de Lagos, em Algarve.

O museu classifica essa pedra como um “menir de pé”. Menirs podem ser encontrados espalhados por toda a costa oeste de Portugal e em todo o resto do mundo.

Muitos desses menires apresentam estranhas camadas ou símbolos, muitos ainda por decifrar.

Mas isso não é uma pedra, e sim uma escultura. Você pode ver que o símbolo foi gravado. E para fazer isso, o ovo inteiro teve que ser esculpido.

Quem fez isso, tinhas as ferramentas certas para fazê-lo. Bronze não seria suficiente. O escultor tinha alguma forma de conhecimento em metalurgia para fazê-lo. Além disso, a característica central, se assemelha a uma haste.

A haste era um símbolo do incrível poder da criação em muitos mitos. Moisés tinha um cajado e na Mesopotâmia a ela era considerada como um símbolo do poder dos deuses.

Não se parece apenas ao Caduceus de Hermes na mitologia grega, mas também uma dupla hélice, os blocos de construção do DNA.

Mas o modelo de dupla hélice não foi identificada até 1953. Então, como poderia existir um símbolo desse tipo em um ovo de pedra que alguns dizem que foi esculpido há aproximadamente 7000 anos?

Isso poderia ser uma pista de que a mitologia antiga não pode ser apenas um conto, mas, de fato, história real, que os pesquisadores precisam estudar com mais cuidado?

Comente!