Inexplicável

Cientistas detectam 15 sinais de rádio misteriosos de uma galáxia distante

Os cientistas detectaram sinais de rádio provenientes de uma galáxia a cerca de três bilhões de anos-luz de distância e eles acreditam que isso pode ser um sinal de vida inteligente além de nós no universo.

Breakthrough Listen, uma iniciativa para procurar sinais de vida inteligente no universo, detectou 15 explosões de rádio rápidas ou FRBs de galáxias distantes que emanam de uma fonte inexplicável.


Breakthrough Listen é uma iniciativa astronômica global lançada pelo investidor e filantrópico Yuri Milner e cosmólogo Stephen Hawking em 2015 como parte de seu programa para observar estrelas e galáxias próximas para sinais de tecnologia extraterrestre.

Quando um nome tão grande como Stephen Hawking está diretamente envolvido no projeto, ele deve ser levado a sério.

Breakthrough Listen procurou provar a existência de outra vida inteligente no universo e agora diz que 15 rajadas de rádio foram detectadas no seu telescópio em West Virginia.

Os 15 sinais foram detectados por 5 horas. Os FRBs são “pulsos breves e brilhantes de emissão de rádio de galáxias distantes”, de acordo com uma declaração da Breakthrough Listen.

Os principais cientistas por trás da descoberta incluem alguns dos melhores astrofísicos do mundo, bem como membros do SETI, (Search For Extraterrestrial Intelligence).

Sobre o autor

Renê Fraga

é bacharel em administração de empresas e fundador da FragaNet Networks - empresa especializada em comunicação digital e mídias sociais. Em seu portfólio estão projetos como: Google Discovery, TechCult, AutoBlog e Arquivo UFO. Também foi colunista de tecnologia no TechTudo, da Globo.com.

  • Mozart Fialho Jr

    O mais interessante é o seguinte: se os sinais de rádio foram detectados de uma galáxia a 3 bilhões de anos-luz, isso quer dizer que o sinal originou-se há 3 bilhões de anos (já que não existe velocidade maior que a da luz). Bom, apesar de não sabermos praticamente nada sobre o Universo e a vida em si, fico intrigado o que teria dado origem a esses pulsos, haja vista tanto tempo ter passado. Por outro lado, em janeiro deste ano de 2017, foram também detectados pulsos de rádio e tudo indica, segundo os cientistas envolvidos no projeto da época, que tenham saído de uma galáxia anã, localizada à mesma distância deste sinal de agora. De duas, uma: ou seriam os mesmos sinais captados, ou não seria um fato tão raro e/ou enigmático, assim.

error: