Ufologia

Ex-engenheiro da NASA afirma que há OVNIs gigantes nos anéis de Saturno

O Dr. Norman Bergrun, um ex-cientista da NASA, afirmou que gigantes OVNIs alienígenas se esconderam nos anéis de Saturno.

Bergrun, um investigador altamente respeitado da NASA, que ocupou posições de destaque no Centro de Pesquisa de Ames da NASA, acredita que as “naves extraterrestres” gigantes estão proliferando a um ritmo acelerado nos anéis de Saturno.


Bergrun afirma que a taxa de proliferação das supostas “naves espaciais” nos anéis de Saturno aumentaram com o tempo e atingiu um “nível crítico”.

Bergrun foi um excelente engenheiro de pesquisa da NASA e fez importantes contribuições inovadoras para múltiplos programas de aeronáutica, mísseis e foguetes dos EUA.

Ele também ganhou muitos prêmios de ciência e engenharia, incluindo o Prêmio de conquista de engenharia Arquimedes de engenharia profissional da Califórnia.

Muitos pesquisadores e entusiastas de OVNIs afirmam que as revelações de Bergrun sopraram a poeira de um dos segredos mais bem guardados da NASA, que as espécies extraterrestres tecnologicamente avançadas estão explorando o nosso sistema solar.

Em um livro publicado em 1986, intitulado Ringmakers of Saturn, Bergrun afirmou que detectou pela primeira vez a presença de seres extraterrestres inteligentes explorando nosso sistema solar nos anéis de Saturno.

De acordo com Bergrun, as naves espaciais estacionadas nos anéis de Saturno por exploradores alienígenas “vivem em naves alienígenas”.

As “naves espaciais alienígenas” estão usando os anéis de Saturno como esconderijo e estão proliferando nos anéis do gigante de gás a uma taxa muito rápida.

Ele afirmou ainda a proliferação está cada vez mais rápida com o tempo e advertiu que eles poderiam ser uma ameaça para a civilização humana.

Ele advertiu que a NASA e as autoridades dos EUA devem manter um olhar no que ele acredita ser uma atividade alienígena em Saturno e que poderia se espalhar por todo o nosso sistema solar e ameaçar a civilização humana.

Bergrun afirmou que depois que a população das supostas “naves alienígenas” nos anéis de Saturno atingiu um nível crítico, os alienígenas começaram a movê-las para outros gigantes do gás, como Júpiter, Neptuno e Urano.

“O que eu descobri é que essas coisas habitam Saturno, é onde eu os descobri, e eles estão proliferando”, disse ele.

“Você pode encontrá-los em torno de Urano e Júpiter. Onde quer que você veja alguns anéis, é aí que vejo a aeronave, eu os chamo de fabricantes de anel”.

Os alienígenas estariam usando os anéis de Saturno como fonte de energia para alimentar seus OVNIs, segundo Bergrun.

Ele explicou que os OVNIs vivem porque são autônomos e capazes de desempenhar as funções definidoras dos sistemas biológicos, como a auto-reprodução.

Muitos pesquisadores e entusiastas do OVNI acreditam que a NASA sabe que as afirmações de Bergrun são verdadeiras, mas a agência está encobrindo a verdade de que nosso o sistema solar está sendo explorado por espécies exóticas e tecnologicamente avançadas em uma nave alienígena altamente sofisticada.

Os seres extraterrestres tecnologicamente avançados estão explorando nosso sistema solar usando “OVNIs vivos” que podem se misturar com o ambiente cósmico e natural.

A habilidade da “espaçonave viva” em se misturar com o ambiente natural torna muito difícil a detecção deles.

Pesquisadores de OVNI acreditam que Norman Bergrun viu imagens secretas da Nasa durante o tempo que serviu no Comitê Consultivo Nacional de Aeronáutica (NACA) e trabalhou com Lockheed Martin em projetos aeroespaciais altamente classificados.

Suas conclusões, de acordo com pesquisadores OVNI, são baseadas nas evidências que ele obteve a partir das imagens.

Sobre o autor

Renê Fraga

é bacharel em administração de empresas e fundador da FragaNet Networks - empresa especializada em comunicação digital e mídias sociais. Em seu portfólio estão projetos como: Google Discovery, TechCult, AutoBlog e Arquivo UFO. Também foi colunista de tecnologia no TechTudo, da Globo.com.

1 comentário

  • Ele é cultor da teoria da invasão, da destruição, do ódio.
    Não passa naquele cérebro a realidade da inclusão, do acolhimento, do auxílio, do Amor.
    E não foi capaz de sugerir o que ele acha que uma raça como a nossa, totalmente desprovida de consciência (moral, política, científica, filosófica etc.), que é incapaz de usar a inteligência para coisas simples como manter a paz e a segurança num pequeno grupo como a família, a comunidade e muito menos na sociedade, nas nações, na humanidade enfim e que só pensa em lazer e entretenimento, poderia fazer pra se “defender de um suposto ataque de uma outra raça, que fosse capaz de viajar espaço afora e construir naves com uma tecnologia tal que se assemelhasse aos organismos biológicos, podendo se reproduzir, como ele sugere.
    Fracamente, se fosse bom engenheiro, nunca seria ex-engenheiro…

Comente!

error:
%d blogueiros gostam disto: