Sobrenatural

CIA usou psíquicos na investigação do atentado de Lockerbie

Arquivos desclassificados da CIA detalharam alguns dos métodos não ortodoxos usados para investigar o bombardeio.

O desastre, que ocorreu em 1988, derrubou o voo Pan Am 103 após a explosão de uma bomba que estava escondida dentro de um rádio, matando todas as 259 pessoas a bordo e 11 no chão.


Uma grande investigação foi lançada para determinar a causa da explosão e rastrear os responsáveis. De acordo com documentos recentemente divulgados da CIA no entanto, alguns pesquisadores recorreram a alguns métodos bastante incomuns para chegar ao fundo do mistério.

De particular importância foi algo chamado Project Sun Streak – um sucessor do Projeto Stargate (uma unidade do Exército dos EUA estabelecida em 1978 em Fort Meade, Maryland).

Ambos os projetos visavam usar a visão remota e outros métodos psíquicos para obter informações.

Segundo o Herald Scotland, alguns dos documentos descrevem “lidar com o uso de psicoenergética na coleta de informações de inteligência” durante a investigação.

A transcrição de uma dessas sessões:

“O material dentro dela é leve, liso, fibroso; e está se movendo para baixo, fazendo um som ‘whoosh’. Quero vomitar … Há uma bomba na caixa e vai explodir”, relata uma das pessoas que trabalharam para a CIA.

Sobre o autor

Renê Fraga

é bacharel em administração de empresas e fundador da FragaNet Networks – empresa especializada em comunicação digital e mídias sociais. Em seu portfólio estão projetos como: Google Discovery, TechCult, AutoBlog e Arquivo UFO. Também foi colunista de tecnologia no TechTudo, da Globo.com.

Comente!

error: