Curiosidades

Misteriosa anomalia na Antártida ressurge novamente

Acredita-se que uma peculiar anomalia de 151 quilômetros de largura esteja situada abaixo de uma região da Antártica conhecida como Wilkes Land.

Conhecida como a “Anomalia de Wilkes Land”, esta característica misteriosa, que desce a uma profundidade mínima de 848 metros abaixo da superfície, é pensada para ser uma cratera de impacto gigante deixada por um asteroide cataclísmico – possivelmente mesmo responsável por aniquilar os dinossauros.

Ao longo dos anos, no entanto, várias teorias alternativas foram apresentadas e, mais recentemente, a internet tem sido inundada com rumores de que algo mais pode estar sob o gelo da Antártida.

Mais notavelmente, o controverso canal do YouTube ‘Secure Team 10’ apresentou a ideia de que o local, na verdade, seria o lar de uma base secreta nazista que permaneceu escondida desde a Segunda Guerra Mundial.

A alegação tem pelo menos algum mérito depois que cientistas russos revelaram que tinham localizado uma instalação secreta nazista no Ártico que tinha sido abandonada desde a década de 1940.

Dito isto, a Antártida é uma região muito menos acessível que o Ártico e o tamanho da anomalia está muito além da escala de quaisquer bases alemãs daquela época. Há também o fato de que grande parte da “evidência” em favor desta teoria consiste em imagens questionáveis ??do Google Earth da região.

Enquanto não deixe de ser uma ideia interessante, em última análise, está muito mais provável que o Wilkes Land Anomaly seja exatamente o que se acreditava ser – o local de uma grande cratera de impacto de asteroides.

“Esse impacto na Wilkes Land é muito maior do que o impacto que matou os dinossauros, e provavelmente teria causado danos catastróficos no momento”, disse Ralph von Frese, professor de ciências geológicas que descobriu o local por volta em 2006.

“Toda as mudanças no ambiente provenientes do impacto teriam criado um ambiente altamente cáustico que era realmente difícil de suportar “.

“Então, faz sentido que muita vida tenha sido extinta naquela época.”

Sobre o autor

Renê Fraga

é bacharel em administração de empresas e fundador da FragaNet Networks - empresa especializada em comunicação digital e mídias sociais. Em seu portfólio estão projetos como: Google Discovery, TechCult, AutoBlog e Arquivo UFO. Também foi colunista de tecnologia no TechTudo, da Globo.com.