Buraco negro é observado ‘engolindo’ uma estrela

Astrônomos da Universidade Queen’s, em Belfast, ajudaram a descobrir um evento celestial extremamente raro.

A pesquisa é um esforço para identificar a natureza e as origens de uma luz “extraordinariamente brilhante” no universo distante em que os cientistas americanos acreditavam ser uma estrela em explosão.


Contudo, a luz que vinha de uma estrela que vagueava para o caminho de um grande buraco negro giratório, foi rasgada em pedaços por suas forças gravitacionais extremas.

O buraco negro em questão é pensado para ser mais de 100 milhões de vezes a massa do sol.

Quando a estrela ficou muito perto, ela foi rasgada pelo que se conhece como um “evento de ruptura das marés” antes de ser “espaguetada” – um termo usado para descrever o que acontece com a matéria sob tais condições.

Parte da matéria foi convertida em luz – explicando assim a luz brilhante originalmente observada.

“Isso deu ao evento a aparência de uma explosão de supernova muito brilhante, mesmo que a estrela não se tornaria uma supernova por conta própria, já que não tinha massa suficiente”, escreveu a equipe.

Comente!