Inexplicável

O estranho mistério do homem de Taured

taured

Era julho de 1954; um dia quente. Um homem chega no aeroporto de Tóquio, no Japão. Ele é Europeu e de aparência convencional. Mas os funcionários suspeitam dele.


No check de seu passaporte, eles veem que ele vem de um país chamado Taured. O passaporte parecia genuíno, exceto pelo fato de que não há um país chamado Taured – bem, pelo menos em nossa dimensão.

O homem é interrogado, e pediu para apontar onde seu país supostamente existe em um mapa.

Ele aponta imediatamente seu dedo para o Principado de Andorra, enquanto parecia irritado e confuso. Ele nunca ouviu falar de Andorra e não conseguia entender por que sua terra natal, Taured não está lá.

Segundo ele, o país deveria estar lá, pois já existia há mais de 1.000 anos! Os funcionários aduaneiros encontraram em seus bolsos a posse de dinheiro de várias moedas europeias diferentes.

Seu passaporte foi carimbado por muitos aeroportos ao redor do mundo, incluindo visitas anteriores para Tóquio.

Desconcertados, o suspeito foi levado para um hotel local e o colocado em uma sala com dois guardas do lado de fora até que pudessem chegar ao fundo do mistério.

A empresa para qual trabalhava disse que não tinham conhecimento dele, embora o homem apresentava grandes quantidades de documentos para provar seu ponto.

O hotel que ele alegou ter uma reserva também era desconhecido. Ao ser questionado se ele estava lá para fazer negócios, ele apenas balançou a cabeça em sinal positivo.

Mais tarde, quando o quarto de hotel foi aberto, o homem havia desaparecido. A polícia determinou que ele não poderia ter escapado pela janela.

Ele nunca mais foi visto e o mistério nunca foi resolvido.

Este não é um caso único de viajantes de outras dimensões. Em 1851, um homem na Alemanha alegou que ele era de um país chamado “Laxaria”, um estado encontrado no continente de “Sakria”.

Outro homem, que falavam uma língua completamente irreconhecível, foi pego roubando pão em Paris em 1905.

Ele disse que estava de “Lizbia”, e embora o homem não falava Português nem reconhece Portugal como sua terra natal em um mapa, as autoridades assumiram que ele quis dizer Lisboa , capital de Portugal.

Sobre o autor

Renê Fraga

é bacharel em administração de empresas e fundador da FragaNet Networks - empresa especializada em comunicação digital e mídias sociais. Em seu portfólio estão projetos como: Google Discovery, TechCult, AutoBlog e Arquivo UFO. Também foi colunista de tecnologia no TechTudo, da Globo.com.

1 comentário

Comente!

error:
%d blogueiros gostam disto: