Mosquito do vírus Zika foi geneticamente modificado

mosquito

Em 2012, uma empresa britânica teria liberado no Brasil mosquitos modificados geneticamente para tentar acabar com a reprodução da especie mas o experimento não teve êxito.


A deflagração e a propagação do vírus Zika, que tem assustado o mundo, pode trazer riscos ao feto durante a gravidez e estaria relacionada aos mosquitos geneticamente modificados.

Para tentar combater a dengue e a Chikungunya em 2012, a empresa britânica de biotecnologia Oxitec modificou os mosquitos e os lançou no Brasil com a suposta intenção de reduzir a quantidade de mosquitos transmissores de doenças.

De acordo com a Oxitec, os mosquitos machos infectados da espécie Aedes Aegypti, ao reproduzir com a fêmea, produziria filhotes modificados que morreriam antes da idade de reprodução. No entanto, o antibiótico tetraciclina, encontrado no solo, deu sobrevida de 15% aos filhotes.

Especialistas alertaram que esta experiência poderia causar mais problemas do que ser um sucesso. Uma das pessoas a afirmar tal teoria contraditória foi a Dra. Helen Wallce, do Instituto GeneWatch.

Até o momento mais de 1,5 milhão de pessoas estão infectadas com o vírus.

2 Replies to “Mosquito do vírus Zika foi geneticamente modificado

  1. Este problema de saúde pública tomou proporções mundiais, é imprescindível e urgente todas as ações no sentido de combater todas doenças relacionadas a este mosquito, as arboviroses, devem ser combatidas em todas instâncias desde a prevenção, passando pelo tratamento dos casos e também prevenção e tratamento das sequelas, hoje e sempre a vigilância deve ser constante.

  2. Neste momento de tanta confusão , por conta do despreparo das nossas instituições sanitárias resultado do desgoverno dos políticos em todos níveis, federal estadual municipal, um ponto positivo pro SUS foi fazer a correlação em menor tempo entre o virus zica e a microcefalia,em comparação com as outras instituições mundiais ,onde a saúde é privatizada ,foi graças a notificação de casospositivos, permitiu aos nossos médicos, em especial os de Pernambuco ,onde teve o maior número de casos diagnosticados ,estabelecer o diagnostico e a correlação entre os casos de infecção de gestantes com posterior microcefalia, a divulgação dos resultados coletados ,de importância pra saúde mudial ,para OMS e todas outras instituições de saúde do Brasil e do mundo.Hoje urge se fazermos atuantes no combate ao mosquito transmissor e vetor de todas estas doenças chamadas de arboviroses, destruindo todos os nossos possíveis focos de proliferação do mosquito, estaremos assim ajudando na prevenção e buscando mais informações poderemos ajudar a coletividade

Comente!