Cientistas planejam reanimar vírus de 30,000 anos

virus-siberia

Os cientistas vão tentar reanimar um vírus extinto de 30.000 anos que foi encontrado congelado no permafrost da Sibéria. Enterrado há 30 metros (de profundidade no solo congelado, esta poderia ser a segunda vez que a equipe de pesquisadores irá despertar um vírus pré-histórico.


Chamado Mollivirus Sibericum, esta é o quarto vírus pré-histórico descoberto na última década e levanta questões sobre o que outros organismos ainda iremos encontrar na tundra gelada.

Vírus gigantes são aqueles que medem mais de metade de um mícron, ou um milésimo de milímetro, e, portanto, podem ser observados em microscópio de luz, ao contrário de outros vírus que são demasiado pequenas.

Antes de tentar reanimá-lo, a equipe de pesquisadores planeja determinar se o vírus é mortal para animais ou seres humanos, embora amostras anteriores terem mostraram que o vírus poderia ser considerado como inofensivo.

Os cientistas alertaram ainda que as mudanças climáticas tem derretido o solo no norte da Sibéria em uma taxa crescente, existindo o potencial de um vírus mais prejudicial ser despertado.

Comente!