OVNI em chamas ejeta Orb enquanto era filmado nos céus da Califórnia

ovni-orb-california

Ken Roberts estava dirigindo para casa quando testemunhou algo incomum no céu.


Voltando para casa, Roberts gravou imagens de um objeto ardente e brilhante descendo dos céus, um espetáculo que, normalmente, seria interpretado como um meteoro ou um pedaço de lixo espacial queimando na atmosfera do planeta.

O que torna este vídeo específico único porém é o fato de que a gravação registrou um pequeno objeto se romper com a bola de fogo e voar de volta para o céu, em vez de cair no chão como seria se esperaria de um pedaço de detritos.

“Não poderia ter sido um avião pois não tinha barulho “, disse ele. “E não ouvi nenhum um estrondo.”

O vídeo tem sido objeto de controvérsia e debate desde que apareceu on-line e, até agora, foi visto mais de 2 milhões de vezes no YouTube.

One Reply to “OVNI em chamas ejeta Orb enquanto era filmado nos céus da Califórnia

  1. “OVNI EM CHAMAS EJETA ORB…” – Sim, ejetou-o claramente, e para cima. O que é isto senão duasis coisas, mas uma só (de certa maneira). Não é o que parece a primeira vista, ou seja, Asteróíde decadent com fragmanto sôlto pelo atrito com a gravidade e calor, quebrando – como vai para cima senão pelo seu tamanho, outro que o principal, sua forma aerodinâmica e pêso. Compreensível pois, sob êsse aspecto ou ponto de vista.
    Se o Asteróide estivesse rotando (sôbre si), poderia ter criado um campo eletro-magnético ao seu redor – e, claro que o partido fragmento, nêsse caso, seria lançado fortemente numa outra direção -mesmo para cima (ao despreender-se dêste), como observado por escrito na Notícia tôda.

    Mas parece haver sido descrito como algo sem identificação nas asas e fuselagem, um assim chamado (por isso) de U.F.O (em Inglês) ou O.V.N.I. (em Português e Espanhol).
    Nêste caso singular, de Política Interna (já que seriam legais, ou seja, não têm-no por sêrem de outro Tempo): a mim parece a brincadeira de noticiar estarem cientes do mais “longo vôo de Paraquedas do Mundo (há poucos anos)” comunicando saberem-no e também saberem-no fazêr-lo. Nêsse caso usaram o recurso de fazerem-no “Muito Bem”, ou seja, de um ‘avião’ ou ‘foguête’ a alta velocidade, e em chamas – e fantàsticamente (super), indo para cima e não para baixo [inicialmente].
    Difícil de aceitar se é isso mesmo, mas até melhor compreensão esta minha vale, relativamente. [Seria sempre Nõvo, algo dos ‘Novos’ no Planêta, compreensìvelmente]

    Mas se é assim, porque êsse trabalho todo, de notificarem às pessoas que existem mesmo, são humanos: e estão cientes dos fatos feitos por outros na Terra – senão porque estariam a promover (na minha opinião pessoal, racionalmente, puramente), como uma Campanha de aceitação popular e públuca de que existem Disco-Voadôres extra-terrenos com suas Tripulações Alienígenas / são humanos, como nós (e Humanistas), e muito bons em tudo o que fazem (que os terrenos, em todos assuntos) [principalmente Governamentais assuntos].
    É certo, e óbvio, que são da Fôrça Aérea, de Fõrças Armadas estrangeiras, até aqui em Paz – apenas fazendo suas demonstrações e exibições de eficiência, fôrça, e podêr / velocidade, exatidão, precisão / bem ao par estão de tudo o que sabe-se de Notícias recentes de tantos outros assuntos que não êste (-Discos-Voadôres).
    Penso estarem a usar essa oportunidade de exibições e ‘paradas’, ‘desfiles’, para autro-treinarem-se um pouco [na forma de Exercícios Táticos, inofensivos e neutros].

    Mas porque tudo isso exatamente agora, no início de um Milênio? Porque a Viagem no Espaço é descartável (é impossível voltar ao lugar de origem) assim como são descartáveis as Viagens no Tempo.
    Vão abordar-nos, mas antes estão a apresentar -se – pùblica e notòriamente. A descida de aterrisagem perpétua é para ficarem para sempre, vivendo e renascendo até o Sol esfriar. Tudo em paz e pacífico, poi têm o direito legal de fazerem-no; de aqui estarem e permanecerem (tanto como os terrenos todos). São muito bem recebidos e elogiados por todos, a boa-educação é louvável entre Povos até hoje desconhecidos entrre si mas que atualmente, aos poucos / vão conhecendo-se respeitàvelmente, orfeiramente, clàssicamente (cientìficamente); natural e espontâneamente.
    Necessitam de privacidade absoluta, separação completa, para sempre. Não há mudanças, curiosamente: seguirão como sempre, à maneira dêles, e os terrenos com seus próprios assuntos, como sempre.
    São todos Funcionários-Píblicos e Religiosos (muitos dêles0 [idêntico, ‘fantástico!’].
    Isto é o que raciocinei sôbre isso, aous poucos, dêsde 2.002 mais profundamente, usando de Lógica, Comparação, Bom Senso, Praticidade, Eficiência, Pensamento Dedutivo, Comparativp, Conclusivo, Filosófico ‘inteligente (normal)’. Não sei se isto está correto ou não, mas pode estar sim – vejo tôdas essas fotos sem a Notícia informativa a respeito (ausente) e decidi fazer, inventar, compreensão própria – e aqui a compartilho com os Senhôres Leitôres – relativa e simplesmente, sem objetivo algum senão compartilhar, repartir com outros isto, que levou-me tanto tempo a considerar e raciocinar.
    Grato pelo espaço para dizêr-lo, já não preciso repetír-lo após havêr-lo dito uma vêz só (sempre pode ser útil para algum em particular, quem sabe).
    Roberto Marantes Escritôr-Profissional ‘free-lancer’ Ufologia Literária
    Sexta-feira, 12 de Setembro de 2.015 Rio Grande do Sul 00:30 horas da Madrugada (Horário Local).
    Sim, quase esqueço (se lêssem-no): Bem-vindos a Terra para sempre, Muito Obrigado por aqui estarem.
    De Barão Roberto-Marantes Gúru, Escritôr-Ufologista.
    Bom! Que Exercícios! Os melhores do Mundo e da História, Perfeito! Que entretenimento vêr-lo tudo, muito obrigado!
    Tchau!

Comente!