O que é um eclipse?

eclipse

Periodicamente a lua move-se à frente do sol, obstruindo sua transmissão de luz. Se obstruir totalmente esses raios, chamamos este de um eclipse total. Se a lua obstruir somente uma parte do sol, é um eclipse parcial. Durante um eclipse parcial, você pode ver uma parte do sol atrás da lua, mas sem olhar diretamente. Usando um espelho você poderá projetar a imagem e ver a lua obstruir o sol.


Durante um eclipse total o sol é obstruído completamente. Neste tempo a atmosfera exterior do sol, a corona, torna-se visível. Durante esta ocorrência breve, você pode olhar a corona com seus olhos, porque ela funciona como um redutor em milhão vezes da luminosidade.

Sabemos que a Lua é muito menor do que a Terra e porisso não pode obstruir o Sol inteiramente. Por esta razão, os eclipses atingem somente uma parcela pequena da superfície da Terra quando ocorrem. Durante um eclipse total, as estrelas também são visíveis!

OMS adverte para risco de cegueira com o eclipse

A Organização Mundial da Saúde advertiu nesta terça-feira (3) à população para que tenha muito cuidado ao observar o eclipse total do sol, no próximo dia 11, para não sofrer sérios danos nos olhos.
A OMS, órgão das Nações Unidas, lembrou que, após o eclipse total ocorrido em 1970, foram registrados 145 casos de cegueira, depois que o mesmo fenômeno aconteceu em 1980, houve 112 novos casos notificados. "Olhar um eclipse sem proteção nos olhos é o pior que uma pessoa pode fazer", alertou Mike Repacholi, funcionário da OMS.

Repacholi acrescentou que o fenômeno, que ocorrerá no dia 11 de agosto, deve ser observado com cristais especiais, semelhantes aos usados para a soldadura a maçarico. Esses tipos de lentes são vendidos em muitos países, mas o especialista aconselha aos que pretendem ver o eclipse que adquiram somente os que são vendidos em lojas do governo, que adotam as medidas corretas de segurança.

A OMS insiste que as lentes normais, chamadas "esfumaçadas" e outros artefatos parecidos são de mínima segurança para os olhos. A linha de escuridão total estará em Cornwall, Grã-Bretanha, e cruzará o norte da França, Alemanha, Áustria, Hungria, Romênia, Bulgária, Turquia, Iraque, Irã, Paquistão e Índia. Alguns países tomaram precauções, como a Jordânia e a Síria, que declararam o 11 de agosto feriado nacional e aconselharam seus habitantes a permanecer em casa.

Comente!