Terremotos poderiam explicar avistamentos da Nessie?

Poderia alguns relatos do monstro do lago mais famoso da Escócia ser o resultado de atividade sísmica?

Existem poucas criaturas criptozoológicas, também conhecidas como Monstro do Lago Ness – uma fera indescritível que parece plesiossauro que se esconde nas profundezas do lago mais volumoso da Escócia.


Ao longo dos anos, houve dezenas de avistamentos relatados da criatura, no entanto, apesar de extensa pesquisa, nenhuma evidência conclusiva de sua existência foi encontrada.

Enquanto algumas pessoas continuam convencidas de que realmente existe um monstro no lago, outras permanecem céticas – favorecendo explicações alternativas e mais convencionais.

Uma dessas explicações foi abordada recentemente em um novo artigo de David Bressan, da Forbes, que relatou uma hipótese apresentada em 2001 pelo geólogo italiano Luigi Piccardi.

Segundo Piccardi, avistamentos de distúrbios na água podem ser atribuídos à atividade sísmica no lago que, por acaso, está situada bem no topo da falha de Great Glen.

Tais terremotos podem produzir bolhas que sobem à superfície ou fazem com que detritos subaquáticos se soltem e flutuem, dando a aparência de que algo grande emergiu das profundezas.

Os críticos dessa idéia, no entanto, apontaram que a região raramente vê terremotos e, quando ocorrem, geralmente são muito pequenos – nem o suficiente para produzir efeitos visíveis.

Também não há registro de terremotos coincidentes com avistamentos bem conhecidos do monstro.

Portanto, embora certamente não seja impossível, a explicação proposta por Piccardi parece improvável.

Comente!