Homo erectus viveu ao lado dos humanos modernos

Um de nossos ancestrais viveu por tanto tempo que ainda existia quando os humanos modernos chegaram ao local.

Acredita-se que tenha sido a primeira espécie humana a andar de pé, o Homo erectus (ou “homem de pé”) apareceu pela primeira vez há cerca de dois milhões de anos e era o ancestral direto de várias espécies humanas.


Apesar de sua natureza relativamente primitiva, no entanto, esse hominíneo pré-histórico conseguiu sobreviver por um período de tempo notavelmente longo e agora, de acordo com um novo estudo, o Homo erectus pode até ter andado na Terra ao mesmo tempo que os humanos modernos há 100.000 anos atrás..

A descoberta é baseada em uma análise renovada de um local ao longo do rio Solo em Ngandong, no centro de Java, onde vários crânios parciais do Homo erectus foram encontrados na década de 1930.

“Este é um estudo muito abrangente do contexto de deposição dos famosos crânios parciais e ossos da canela de Ngandong Homo erectus, e os autores constroem um forte argumento de que esses indivíduos morreram e foram lavados nos depósitos do rio Solo cerca de 112.000 anos atrás”. disse o professor Chris Stringer, do Museu de História Natural de Londres.

“Essa era é muito jovem para esses fósseis de Homo erectus de aparência primitiva e estabelece que as espécies persistiram em Java por mais de um milhão de anos”.

Os pesquisadores acreditam que os indivíduos cujos restos foram descobertos no local morreram após uma violenta onda de lama ter caído rio abaixo devido a fortes chuvas após uma erupção vulcânica.

Apesar disso, no entanto, a espécie como um todo parecia ter se apegado à região centenas de milhares de anos depois de ter desaparecido da China, África e outras partes do mundo.

É provável que a localização isolada de Java tenha desempenhado um papel importante na longevidade do Homo erectus lá.

Comente!