Rosto cósmico é fotografado pelo Hubble

Os astrônomos capturaram uma imagem assustadora de proporções literalmente cósmicas.

Situada a 704 milhões de anos-luz de distância, essa estrutura notável em forma de rosto é na verdade duas galáxias se lançando uma contra a outra – uma colisão cósmica frontal e em câmera lenta que dura bilhões de anos.

O ‘rosto’ é constituído por um contorno de jovens estrelas azuis, sendo as duas galáxias os dois ‘olhos’ espiando através das profundezas do espaço.

É um bom exemplo de pareidolia – a tendência do cérebro humano de ver formas significativas em padrões abstratos. 

É o mesmo fenômeno que nos permite detectar rostos nas nuvens.

Conhecido como o sistema Arp-Madore, espera-se que essas duas galáxias em colisão acabem se fundindo após alguns bilhões de anos, enquanto o anel externo desaparecerá dentro de 100 milhões de anos.

O que torna essa colisão específica tão interessante – além do fato de parecer um rosto – é o fato de as galáxias serem de tamanho semelhante; a maioria das colisões observadas pelos astrônomos envolve uma galáxia muito maior engolindo uma menor.

Em cerca de 4 bilhões de anos, nossa própria galáxia Via Láctea colidirá com seu vizinho mais próximo – Andrômeda.

Quando isso acontece, como no sistema Arp-Madore, as duas galáxias se fundem para se tornar uma.

Comente!