Antiga ‘cidade perdida’ redescoberta no Camboja

Arqueólogos anunciaram a descoberta da cidade perdida de Mahendraparvata nas profundezas da selva cambojana.

Uma antiga capital do Império Khmer – um regime hindu-budista que prosperou entre os séculos 9 e 15 no sudeste da Ásia – Mahendraparvata já era conhecida por muito tempo, mas provou ser notoriamente difícil de localizar devido à densa folhagem da selva que cobre as ruínas .


Agora, porém, graças às novas digitalizações do platô de Phnom Kulen usando LIDAR (Light Detection and Ranging), o paradeiro desta antiga cidade perdida foi finalmente determinado.

A caçada durou cinco anos e envolveu uma equipe internacional de pesquisadores liderada por Jean-Baptiste Chevance, da Arqueologia e Desenvolvimento do Reino Unido.

“Até hoje, a região montanhosa de Phnom Kulen recebeu muito pouca atenção”, diz o jornal. 

“Está quase totalmente ausente dos mapas arqueológicos, exceto como uma dispersão de pontos que denotam os restos de alguns templos de tijolos”.

Com o tempo, as varreduras revelaram a existência de uma extensa rede urbana que abrange 50 quilômetros quadrados.

“Vários outros elementos da paisagem antropogênica se conectam a essa rede mais ampla, sugerindo a elaboração de um plano urbano geral”, escreveram os pesquisadores.

“Barragens, paredes de reservatórios e as paredes de templos, bairros e até o palácio real se confinam ou coincidem com as características lineares embandeiradas”.

Apesar de seu tamanho, no entanto, acredita-se que a cidade não tenha durado muito – talvez apenas algumas décadas.

Especula-se que as condições montanhosas desafiadoras possam ter sido um fator importante e que o Império Khmer favoreceu o local de sua nova capital, Angkor.

O que resta agora serve apenas como um lembrete humilhante de uma cultura perdida há muito tempo.

Comente!