Curiosidades

NASA anuncia missão ‘Dragonfly’ a Titan

Um novo módulo de aterrissagem de US $ 850 milhões estará se aventurando na (e acima) superfície da enigmática lua de Saturno.

A missão, escolhida como parte do programa New Frontiers da NASA, está sendo liderada por Elizabeth Turtle, do Laboratório de Física Aplicada da Universidade Johns Hopkins.


O próprio módulo de aterrissagem se parece muito com um drone com oito rotores que permitirá não apenas pousar na superfície de Titã, mas também ‘pular’ entre as áreas de interesse uma vez a cada 16 dias.

“Titã é uma oportunidade incrivelmente única cientificamente”, disse Turtle. “Não é apenas um mundo oceânico – um satélite gelado com um oceano aquático em seu interior – mas é o único satélite com uma atmosfera”.

“E a atmosfera em Titan tem metano, o que leva a todo tipo de química orgânica rica acontecendo até mesmo nos níveis mais altos da atmosfera”.

Espera-se que a sonda movida a energia nuclear passe vários anos explorando uma ampla área.

“Temos a capacidade, durante a vida da missão, de percorrer centenas de quilômetros”, disse Turtle. “Uma das vantagens que temos é que podemos sempre explorar o próximo site. Podemos voar adiante, olhar para ele, ver que tipo de terreno existe e decidir se queremos ir para lá ou para outro lugar”.

A missão está prevista para ser lançada em 2026.

Sobre o autor

Renê Fraga

é bacharel em administração de empresas e fundador da FragaNet Networks - empresa especializada em comunicação digital e mídias sociais. Em seu portfólio estão projetos como: Google Discovery, TechCult, AutoBlog e Arquivo UFO. Também foi colunista de tecnologia no TechTudo, da Globo.com.

Comente!

error: