Ufologia

Ex-presidente polonês avisa sobre invasão de ET

Em um discurso recente, Lech Walesa fez alguns comentários “fora” sobre visitantes extraterrestres.

Suas observações inesperadas foram feitas durante uma palestra em um clube cívico em Krosno, onde ele foi inexplicavelmente fora do assunto e começou a discutir sua crença de que extraterrestres inteligentes não estão apenas nos observando, mas podem em breve intervir de forma catastrófica devido às ações de outros Líderes mundiais.


“Existem três níveis de desenvolvimento intelectual em outras galáxias”, disse ele. “Nós somos os mais baixos. E a civilização superior vem como um OVNI e outros, e olha para o que eles estão fazendo aqui”.

“Se ameaçarmos desestabilizar aqui com Macron, Putin lá, eles nos interromperão, nos cortarão pela metade, a Terra entrará em colapso, todos serão [esmagados]. Eles podem nos manter assim por cinco mil anos”.

Walesa também parece estar sob a impressão de que extraterrestres interferiram com a civilização humana antes, como evidenciado por sua crença de que eles tinham uma mão na construção das pirâmides.

“As pessoas acham coisas, entram em pedras, essas pirâmides … sem resposta, de onde veio?” ele disse.

Exatamente o que o ex-líder polonês está baseando tudo isso no entanto permanece incerto, especialmente considerando que ele nunca expressou publicamente qualquer interesse pelo assunto antes.

Embora seja fácil descartar seus comentários como absurdos, alguns sugeriram que ele pode ter aprendido alguma coisa durante seu tempo como presidente e tem mantido isso em segredo até agora.

Então, novamente, estas poderiam ser simplesmente suas próprias opiniões e teorias pessoais.

Nós podemos nunca saber com certeza.

Sobre o autor

Renê Fraga

é bacharel em administração de empresas e fundador da FragaNet Networks - empresa especializada em comunicação digital e mídias sociais. Em seu portfólio estão projetos como: Google Discovery, TechCult, AutoBlog e Arquivo UFO. Também foi colunista de tecnologia no TechTudo, da Globo.com.

Comente!

error: