Inexplicável

Teórico da conspiração “morto por overdose de drogas”

Max Spires foi encontrado morto em 2016 depois de ir para a Polônia para dar uma palestra em uma conferência.

O homem de 39 anos de idade certamente não era estranho ao inexplicado, tendo expressado um grande interesse em uma ampla variedade de tópicos relativos a OVNIs, habilidades metafísicas e teorias da conspiração.


Ele também supostamente acreditava que ele havia sido alterado quando criança para se tornar um “super-soldado”.

Em abril de 2016, ele viajou para a Polônia para dar uma palestra em uma conferência. Enquanto ele estava lá, ele conheceu e ficou com uma amiga – Monika Duval – que, como acontece, seria a última pessoa a vê-lo vivo.

Em 16 de julho, ela o encontrou morto no sofá com um “líquido preto” vindo de sua boca.

Embora os teóricos da conspiração tenham se empenhado em especular que ele foi assassinado devido ao que sabia, um inquérito recente revelou que ele provavelmente tomou uma overdose acidental de medicação ansiosa.

Segundo Duval, Spiers havia comprado dez caixas enquanto estava de férias em Chipre e havia engolido vários tabletes no dia de sua morte.

De acordo com o Ministério Público Polaco (PPO), Spires tinha morrido devido a “causas naturais” e a “participação de outras pessoas” fora excluída do inquérito.

O caso ganhou destaque dois anos atrás após comentários feitos por sua mãe.

“Ele estava fazendo um nome para si mesmo no mundo dos teóricos da conspiração e foi convidado para falar em uma conferência na Polônia em julho”, disse ela na época. “Ele estava hospedado com uma mulher que ele não conhecia há muito tempo e ela me contou como o encontrou morto no sofá.”

“Mas acho que Max estava cavando em alguns lugares escuros e temo que alguém o queria morto.”

Sobre o autor

Renê Fraga

é bacharel em administração de empresas e fundador da FragaNet Networks - empresa especializada em comunicação digital e mídias sociais. Em seu portfólio estão projetos como: Google Discovery, TechCult, AutoBlog e Arquivo UFO. Também foi colunista de tecnologia no TechTudo, da Globo.com.

Comente!

error: