Fenômenos

Esta é a fotografia mais próxima do sol

O inovador Parker Solar Probe da NASA tirou uma foto de perto de dentro da coroa do Sol.

Tomada a uma distância de 16,9 milhões de milhas usando o instrumento WISPR (sonda de campo amplo para sonda solar) da sonda, a impressionante imagem mostra dois jatos de material solar conhecidos como flâmulas coronales.


O ponto brilhante perto do centro é o planeta Mercúrio, enquanto os pontos escuros são artefatos de imagem da correção de fundo.

“As flâmulas coronais são estruturas de material solar dentro da atmosfera do Sol, a coroa, que geralmente se sobrepõe a regiões de atividade solar aumentada”, escreveu a NASA.

“A estrutura fina da fita é muito clara, com pelo menos dois raios visíveis. A Parker Solar Probe estava a cerca de 16,9 milhões de quilômetros da superfície do Sol quando esta imagem foi tirada.”

A espaçonave, que foi lançada em agosto, completará um total de 24 voltas ao redor do Sol nos próximos sete anos.

Em sua abordagem mais próxima, ele se aventurará a meras 3,83 milhões de quilômetros da superfície do Sol.

“Não sabemos o que esperar tão perto do Sol até obtermos os dados, e provavelmente veremos novos fenômenos”, disse o cientista do projeto Nour Raouafi.

“Parker é uma missão de exploração – o potencial para novas descobertas é enorme”.

Sobre o autor

Renê Fraga

é bacharel em administração de empresas e fundador da FragaNet Networks - empresa especializada em comunicação digital e mídias sociais. Em seu portfólio estão projetos como: Google Discovery, TechCult, AutoBlog e Arquivo UFO. Também foi colunista de tecnologia no TechTudo, da Globo.com.

Comente!

error: