Curiosidades

Revelado os níveis de radiação em viagem à Marte

Os cientistas calcularam o nível mínimo de radiação a que um astronauta será exposto em uma viagem a Marte.

Certamente não há como negar que viajar para outros mundos é um negócio seriamente arriscado.


Enquanto os astronautas da estação espacial recebem alguma proteção contra a radiação do Sol graças ao campo magnético protetor da Terra, os primeiros humanos a se aventurar em Marte terão poucas opções disponíveis quando se trata de evitar uma dose potencialmente letal.

Alguns estudos sugerem que viajar até Marte pode ser uma sentença de morte, com os astronautas recebendo várias vezes a dose de radiação durante a viagem.

Agora, graças aos novos dados da sonda ExoMars da ESA, foi revelado que os níveis de exposição à radiação durante uma viagem de ida e volta a Marte podem não ser tão ruins quanto se pensava anteriormente.

No total, afirmam os cientistas, os astronautas podem esperar receber apenas 60% de sua exposição máxima recomendada para a radiação durante uma viagem a Marte, que leva 6 meses para ambos os lados.

Embora isso ainda seja muito, é pelo menos possível de ser sobrevivido, o que significa que tal viagem pode ser genuinamente alcançável.

Sobre o autor

Renê Fraga

é bacharel em administração de empresas e fundador da FragaNet Networks - empresa especializada em comunicação digital e mídias sociais. Em seu portfólio estão projetos como: Google Discovery, TechCult, AutoBlog e Arquivo UFO. Também foi colunista de tecnologia no TechTudo, da Globo.com.

Comente!

error: