Curiosidades

Sonda vai estudar a bolha protetora do sistema solar

A NASA está lançando uma espaçonave para estudar a heliosfera – uma bolha que se estende muito além da órbita de Plutão.

Gerada pelo Sol, esta vasta região de proteção é composta de partículas solares carregadas e campos magnéticos que bloqueiam alguns dos raios cósmicos altamente energéticos que vêm do espaço interestelar.


A nova missão, chamada de IMAP (Interstellar Mapping and Acceleration Probe), tentará aprender mais sobre a heliosfera, estudando as partículas que conseguem atravessá-la.

“Este limite é onde nosso sol tenta nos proteger”, disse Dennis Andrucyk, do Diretório da Missão Científica da NASA em Washington.

“O IMAP é fundamental para ampliar nossa compreensão de como esse ‘filtro cósmico’ funciona.”

Custando cerca de US$ 492 milhões, a sonda será posicionada a cerca de 930.000 milhas do nosso planeta, onde usará uma série de instrumentos a bordo para detectar e analisar essas partículas em movimento rápido.

Os resultados podem nos ensinar muito sobre como o meio interestelar interage com o vento solar e como os raios cósmicos são acelerados dentro da heliosfera.

“As implicações desta pesquisa podem ir além da consideração dos impactos terrestres, à medida que procuramos enviar seres humanos para o espaço profundo”, disse Andrucyk.

Sobre o autor

Renê Fraga

é bacharel em administração de empresas e fundador da FragaNet Networks - empresa especializada em comunicação digital e mídias sociais. Em seu portfólio estão projetos como: Google Discovery, TechCult, AutoBlog e Arquivo UFO. Também foi colunista de tecnologia no TechTudo, da Globo.com.

Comente!

error: