Ufologia

Pentágono libera novo relatório sobre OVNI Tic-Tac

Um novo documento libera mais detalhes sobre um objeto estranho que foi perseguido por dois jatos de combate em 2004.

O encontro, que foi relatado pela primeira vez no ano passado, teria ocorrido ao longo da costa da Califórnia.


“Ele decola como nada que eu já vi”, disse David Fravor, um piloto aposentado da Marinha que pilotara um dos dois jatos interceptadores naquele dia. “Um minuto estava aqui, e foi embora.”

Agora, um novo documento de 13 páginas, obtido por uma equipe de investigação de Las Vegas liderada por George Knapp, ofereceu um relato completo do evento, além de detalhes adicionais sobre o objeto em si.

Referindo-se ao OVNI como um ‘veículo aéreo anômalo (AAV)’, o relatório descreve como o objeto desceu de cerca de 60.000 pés para apenas 50 pés em “uma questão de segundos”.

Ele também “pairaria ou ficaria parado no radar por um curto período de tempo e partiria em altas velocidades e taxas de conversão”.

O OVNI, que havia sido avistado “três vezes distintas” alguns dias antes de ser interceptado, teria capacidade de “aceleração avançada, capacidade aerodinâmica e de propulsão” e “possivelmente demonstrou a capacidade de ‘encobrir’ ou tornar-se invisível ao olho humano. ou observação humana “.

O relatório sugere até mesmo que o objeto misterioso possuía a “capacidade altamente avançada de operar submarino completamente indetectável pelos nossos sensores mais avançados”.

“Era óbvio que havia algo lá fora e os jatos estavam levando a sério”, diz.

Sobre o autor

Renê Fraga

é bacharel em administração de empresas e fundador da FragaNet Networks - empresa especializada em comunicação digital e mídias sociais. Em seu portfólio estão projetos como: Google Discovery, TechCult, AutoBlog e Arquivo UFO. Também foi colunista de tecnologia no TechTudo, da Globo.com.

Comente!

error: