Ufologia

Breakthrough Listen expande busca por alienígenas

A busca mais abrangente do mundo por extraterrestres inteligentes está prestes a começar sua próxima grande fase.

Lançada em janeiro de 2016, Breakthrough Listen centrou-se inicialmente em estrelas relativamente próximas da Terra, mas agora, graças às recentes atualizações do Parkes Observatory na Austrália, em breve iniciará um conjunto muito maior de varreduras cobrindo milhões de estrelas nos próximos dois meses.


“Com esses novos recursos, estamos examinando nossa galáxia com detalhes sem precedentes”, disse o cientista do projeto Danny Price, da Universidade da Califórnia, em Berkeley.

“Ao vasculhar esses enormes conjuntos de dados em busca de assinaturas de civilizações tecnológicas, esperamos descobrir evidências de que nosso planeta, entre as centenas de bilhões de nossa galáxia, não é o único onde a vida inteligente surgiu.”

Essas enormes taxas de dados tornaram-se possíveis graças ao conjunto de rádios “multifeixe” do telescópio, que possui 13 feixes capazes de escanear grandes seções do céu ao mesmo tempo.

Durante as 1.500 horas de tempo de observação programadas, isso equivale a cerca de 100 petabytes de dados.

Se isso revelará a existência de vida extraterrestre inteligente, no entanto, permanece para ser visto.

Sobre o autor

Renê Fraga

é bacharel em administração de empresas e fundador da FragaNet Networks - empresa especializada em comunicação digital e mídias sociais. Em seu portfólio estão projetos como: Google Discovery, TechCult, AutoBlog e Arquivo UFO. Também foi colunista de tecnologia no TechTudo, da Globo.com.

1 comentário

  • Com 38 anos, ainda tenho esperança de estar vivo para ver eles pelo menos descobrindo indícios de vida inteligente em outro planeta. As variáveis são gigantescas, duas civilizações inteligentes existindo ao mesmo tempo a uma distância razoável de se detectarem é muito difícil, mas quem sabe com um pouco de sorte, né?

Comente!

error:
%d blogueiros gostam disto: