Curiosidades

Nasa planeja alterar o DNA de astronautas que irão para Marte

A NASA vem explorando maneiras de proteger os astronautas de radiação mortal durante as futuras missões para Marte.

De todos os desafios que precisarão ser superados, antes que os seres humanos possam viajar para Marte, está o desafio de proteger os astronautas da radiação mortal que eles inevitavelmente serão expostos durante a viagem.


E isso tem sido muito difícil, especialmente porque a nave espacial precisará ser o mais leve possível e grossas camadas de chumbo não seria pratico ou aconselhável.

Apesar disso, a NASA parece estar trabalhando com uma solução, como evidenciado por comentários recentes feitos por Douglas Terrier, o tecnólogo-chefe interino da agência espacial.

“Nós estamos olhando uma série de coisas, de terapias de drogas e aquelas parecem ser bastante promissores, para coisas mais extremas como modificações epigenéticas”, disse ele ao Times.

“Muitas deleas têm consequências éticas, principalmente aquelas que estão em estágios de pensamento experimental”.

Isso significa que a NASA está realmente olhando para a possibilidade de alterar a forma como os genes são lidos pelo corpo para torná-los mais resistentes contra o câncer e outras doenças relacionadas à radiação.

Se isso soar como ficção científica agora, mas, no momento em que uma missão para Marte provavelmente acontecerá, técnicas como essas podem se tornar comuns.

Se esta é a melhor opção para proteger os futuros astronautas de Marte, continua a ser visto.

Sobre o autor

Renê Fraga

é bacharel em administração de empresas e fundador da FragaNet Networks – empresa especializada em comunicação digital e mídias sociais. Em seu portfólio estão projetos como: Google Discovery, TechCult, AutoBlog e Arquivo UFO. Também foi colunista de tecnologia no TechTudo, da Globo.com.

Comente!

error: