Enorme cauda magnética descoberta por trás de Marte

Cientistas da NASA revelaram a existência de uma cauda magnética invisível atrás do Planeta Vermelho.

Descoberto pela nave Mars Atmosphere e Volatile Evolution Mission (MAVEN), o fenômeno seria causado pelos efeitos dos ventos solares e poderia ajudar a fornecer mais luz sobre como a atmosfera marciana escapou para o espaço.


“Nós descobrimos que a cauda magnética de Marte, ou magnetotail, é única no Sistema Solar”, disse a cientista da NASA, Gina DiBraccio.

“Não é como a cauda magnética encontrado em Venus, um planeta sem campo magnético próprio, nem é como o da Terra, que é cercada por seu próprio campo magnético gerado internamente”.

“Em vez disso, é um híbrido entre os dois”.

Quando os ventos solares, que carregam seus próprios campos magnéticos, atingem uma região de Marte com um campo magnético orientado na direção oposta, causa um efeito conhecido como reconexão magnética.

“Nosso modelo previu que a reconexão magnética fará com que o magnetotail marciano gire 45 graus do que se espera com base na direção do campo magnético carregado pelo vento solar”, disse DiBraccio.

“Quando comparamos essas previsões com os dados de MAVEN, sobre as direções dos campos magnéticos do vento marciano e solar, eles estavam em um consenso muito bom”.

Comente!