Exoplaneta misterioso é ‘mais escuro de que o asfalto’

Um mundo quente, situado a 1.400 anos-luz de distância, reflete tão pouca luz que parece negro.

Conhecido como WASP-12b, este exoplaneta distante tem um raio duas vezes maior que o de Jupiter e orbita sua estrela-mãe tão de perto que um ano equivale a apenas 24 horas aqui na Terra.


Agora, usando o Espectrógrafo de Imagem do Telescópio Espacial (STIS) no Telescópio Espacial Hubble, os astrônomos revelaram outra propriedade surpreendente deste planeta – um albedo de 0,064. Isso significa que ele reflete nenhuma luz e parece quase totalmente preto.

O principal motivo disso, acreditam os cientistas, é a temperatura extrema da sua atmosfera, que impede a formação de nuvens e pode até fragmentar moléculas de hidrogênio em hidrogênio atômico.

Sua atmosfera é tão calorosa que age mais como uma estrela de baixa massa do que um planeta.

“Há outros ‘Jupiters’ quentes que foram encontrados para serem notavelmente pretos, mas eles são muito mais frios que o WASP-12b”, disse o autor principal do estudo, Taylor Bell.

“Nestes planetas, coisas como nuvens e metais alcalinos seriam o motivo da absorção de luz, mas não funcionam no WASP-12b porque ele é tão incrivelmente quente”.

Comente!