Ufologia

Incidente Ufológico Voronezh: alienígena de três olhos na Rússia

Seu nome oficial é Comitê Voronezh para o Estudo dos Fenômenos Anômalos, e o seu responsável Genrikh Silanov, diretor do Laboratório de Geofísica de Voronezh. Eles enviam valiosas informações, materiais e fotografias para o Centro de Pesquisa Ufológica Russa desde 1991.

Até mesmo a TASS (agência de notícias russa) já relatou estranhos eventos ocorridos em Voronezh, eventos que impressionaram o mundo.


Testemunhas afirmaram que no dia 27 de setembro de 1989 viram um UFO sobre a cidade. Alguns garotos que jogavam futebol no parque Yuzhni viram uma luz rosa no céu e depois uma bola vermelha de 13m de diâmetro.

A esfera circulou, desapareceu e alguns minutos depois reapareceu e sobrevoou os garotos. A platéia viu um alienígena de 3 olhos através de uma escotilha aberta. O alienígena tinha cerca de 3 metros de altura, vestia roupas cinza, botas de cor bronze e tinha um disco no peito.

O UFO pousou e duas criaturas, uma delas um robô, saíram do objeto. Um garoto gritou de medo, mas quando o alienígena olhou para ele (seus olhos brilhavam), o garoto silenciou-se e não pôde se mover. Os outros começaram a gritar e o UFO desapareceu.

Cinco minutos depois ele reapareceu com o alienígena apontando uma “arma” (um tubo) para um garoto de 16 anos que então desapareceu. O alienígena caminhou para dentro do UFO e decolou. O mesmo tempo o garoto que havia desaparecido voltou.

Silanov e seus colegas investigavam avistamentos na área de Voronezh por anos e imediatamente colocaram em dúvida a notícia da TASS.

A estória começou com um pequeno artigo escrito por Alexander Mosolov no jornal local. Ele entrevistou as testemunhas do avistamento, entre elas o jovem Vasya Surin. A mãe do garoto recordou que ela e os vizinhos tinham observado um estranho objeto avermelhado alguns dias antes sobre o seu prédio.

Silanov e o seu grupo foram ao parque Yuzhni no dia 3 de outubro de 1989 para investigar. Os garotos mostraram o exato local onde a nave e o alienígena haviam estado. Tudo foi filmado: o local, a possível área da anomalia e o relato das testemunhas.

Suposto local do Incidente mostra marca do pouco do OVNI

Outras crianças já relataram vários avistamentos no parque em outras épocas.

Interessantes detalhes foram descobertos: Os UFO tinham formas diferentes, alguns tinham suportes estranhos, imagens holográficas foram relatadas, como também efeitos biofísicos após contato com alienígenas.

Enquanto a estória tornava-se uma sensação, oficiais do governo em Voronezh deram ajuda ao grupo de Silanov. Ufólogos puderam recolher amostras do solo e materiais para exames. A base aérea local providenciou seus relatórios (nenhum UFO foi registrado naquela ocasião) e a polícia local ajudou nas interrogações.

Depois que a TASS divulgou a estória no dia 10 de outubro, durante o programa de TV “120 Minutes” , Silanov informou os moradores de Voronezh suas descobertas e avisou aos jornalistas a não tirar conclusões precipitadas. Mas eles tiraram.

O parque Yuzhni tornou-se o centro das atenções do mundo. O ufólogo Philip Mantle foi perguntado pela revista “Izvestiya” sobre os estranhos aspectos do caso e relatos dos avisamentos que inundaram os escritórios do Grupo Ufológico de Voronezh e os jornais locais.

Enquanto a Central Soviética de Televisão desiludia nos seus noticiários no dia 11 de outubro o caso, milhares de pessoas em Voronezh observaram um UFO sobrevoar a cidade a baixa altitude e depois ser visto em vários outros lugares.

Ufólogos soviéticos descobriram que em setembro de 1989 houve uma onda ufológica sobre a ex-URSS. Em muitos casos os relatos eram idênticos ao de Voronezh.

Esses casos trouxeram à cidade o jornalista espanhol Miguel Bas, que trazia consigo um caso ocorrido em Cádiz, Espanha, idêntico ao ocorrido.

Uma comissão especial escolhida pela cidade de Voronezh concluiu que o que se passou lá foi mais do que um mero fenômeno anômalo.

Sobre o autor

Renê Fraga

é bacharel em administração de empresas e fundador da FragaNet Networks – empresa especializada em comunicação digital e mídias sociais. Em seu portfólio estão projetos como: Google Discovery, TechCult, AutoBlog e Arquivo UFO. Também foi colunista de tecnologia no TechTudo, da Globo.com.

Comente!

error: