Curiosidades

Nasa está contratando ‘protetor planetário’

O novo funcionário será encarregado, entre outras coisas, de proteger a Terra da contaminação alienígena.

A posição, que vale US$ 187.000 por ano, envolverá inicialmente a garantia de que as bactérias e outros contaminantes da Terra não façam o caminho para Marte ou outros corpos planetários.


“A proteção planetária está preocupada com a prevenção da contaminação orgânica e biológica na exploração espacial humana e robótica”, diz o trabalho.

“A NASA mantém políticas de proteção planetária, aplicáveis a todas as missões de voo espacial que possam transportar intencionalmente ou involuntariamente organismos terrestres e constituintes orgânicos para os planetas ou outros órgãos do sistema solar e qualquer missão que empregue uma nave espacial que se destine a retornar à Terra e sua biosfera com amostras de alvos extraterrestres de exploração”.

É provável que o novo funcionário desempenhe um papel proeminente na preparação de futuras explorações à Marte da NASA para o lançamento em 2020, bem como na supervisão do projeto da missão planejada da agência espacial para a Europa.

Sob o Tratado do Espaço Exterior de 1967, qualquer missão espacial deve ter menos de 1 em 10.000 chances de contaminar um mundo alienígena – uma regra que é particularmente importante quando esses mundos podem abrigar a vida.

Assegurar que uma missão de retorno da amostra não contamine a Terra também é de extrema importância.

Sobre o autor

Renê Fraga

é bacharel em administração de empresas e fundador da FragaNet Networks – empresa especializada em comunicação digital e mídias sociais. Em seu portfólio estão projetos como: Google Discovery, TechCult, AutoBlog e Arquivo UFO. Também foi colunista de tecnologia no TechTudo, da Globo.com.

Comente!

error: