Curiosidades

1962: Objeto encontrado em floresta era uma câmera de espionagem da CIA

Um mistério que abrange mais de 55 anos foi finalmente resolvido graças aos recém-lançados documentos da CIA.

O incidente começou quando David McPherson Sr. descobriu uma caixa estranha pendurada em um paraquedas podre na floresta perto de Moncton em 1962.


cia-camera.JPG

O mistério só se aprofundou quando, depois de ser transportado de volta para a propriedade da família, o objeto foi rapidamente confiscado pelos militares.

Agora, mais de cinco décadas após a descoberta da “coisa”, os documentos recentemente desclassificados da Agência Central de Inteligência revelaram que era realmente uma câmera de espionagem montada em balão de alta altitude projetada para tirar fotografias sobre a Rússia soviética.

“É difícil colocar em palavras”, disse David McPherson Jr., cujo pai originalmente descobriu o objeto.

“É tão emocionante saber que era uma câmera de espionagem da CIA”.

“Ele tinha lentes enormes de câmera e todo um segredo ao redor. E acho que, olhando agora, o exército provavelmente não tinha escolha – eles não podiam nos dizer o que era”.

Intitulado ‘Project Genetrix’, a operação, aprovada pelo presidente Dwight Eisenhower, teve como objetivo saber mais sobre o que estava ocorrendo na Rússia soviética e na China comunista.

Por qualquer motivo, esta câmera em particular foi explodida e acabou no Canadá.

“O que eu quero saber é o que estava naquela câmera”, disse James Rogers, que inicialmente ajudou McPherson a sair da floresta.

“Eu suspeitava que houvesse um filme lá, e seria realmente interessante aprender sobre o que estava tirando fotos”.

Sobre o autor

Renê Fraga

é bacharel em administração de empresas e fundador da FragaNet Networks - empresa especializada em comunicação digital e mídias sociais. Em seu portfólio estão projetos como: Google Discovery, TechCult, AutoBlog e Arquivo UFO. Também foi colunista de tecnologia no TechTudo, da Globo.com.

Comente!

error: