Marte pode estar lentamente formando um sistema de anel

Marte pode não ser o lugar mais óbvio para procurar anéis, mas que em breve isso poderia mudar.

Os cientistas há muito acreditam que ao longo de vários milhões de anos, as duas luas de Marte se dividirão em pequenos pedaços e se espalharão pelo planeta para formar um sistema de anéis.


Mas e se algo assim realmente estiver acontecendo?

Quando chegou a Marte em 2013, a sonda Mars Atmosphere and Volatile Evolution (MAVEN) detectou uma nuvem de poeira de alta altitude ao redor do planeta, no entanto, devido à forma como as partículas foram espalhadas a equipe concluiu que elas tinham provavelmente vindo do espaço interplanetário.

Agora, porém, uma nova análise dos dados da sonda por pesquisadores na Índia sugeriu que Marte também possa ser cercado por proto-anéis compostos de pelo menos alguma poeira de Phobos e Deimos.

A equipe argumenta que partículas menores lançadas por ataques de meteoroides são normalmente varridas pelo vento solar enquanto a gravidade do planeta puxa as peças maiores para orbitar em torno de suas duas luas.

Alguma dessas poeiras pode então acabar fazendo o seu caminho para a atmosfera superior de Marte.

“As partículas de anel maiores podem atingir Marte durante um período de tempo, além das partículas de poeira interplanetárias”, disse Jayesh Pabari, do Laboratório de Pesquisa Física, em Ahmedabad, na Índia.

Comente!