CIA desclassifica 12 milhões de arquivos sobre OVNIs, nazistas e telepatia humana

Os documentos cobrem tudo, desde avistamentos de OVNIs, mísseis cubanos, crimes de guerra nazistas e até telepatia humana (“Projeto Stargate”) que receberam o apoio do governo.

Os arquivos, que foram lançados na sequência de uma campanha orquestrada por defensores da liberdade de informação, já foram disponibilizados para o público ver online.


Entre eles estão os documentos pertencentes a programas secretos, como o Projeto Stargate, uma controversa e muito discutida unidade do Exército dos EUA criada em 1978 em Fort Meade, Maryland.

O projeto envolvia primeiramente experiências em torno da visão remota – uma habilidade psíquica que permitiria que os indivíduos observassem locais distantes com o poder da mente.

Uma série de memorandos detalha que até Uri Geller teria sido submetido a testes para determinar se ele tinha ou não habilidades psíquicas.

Os resultados, afirmam que Geller reproduziu imagens desenhadas em outra sala e levaram os pesquisadores a concluir que ele havia “demonstrado sua capacidade perceptiva paranormal de uma maneira convincente e inequívoca”.

Também entre os documentos estão referências a um número de avistamentos de OVNI, bem como detalhes de um programa de espionagem do governo envolvendo o conteúdo de cartas seladas.

“Nada disto é selecionado”, disse a porta-voz da CIA, Heather Fritz Horniak. “É a história completa, boa e má”.

Os arquivos exploram investigações de 1940 até 1990, incluindo o voo de criminosos de guerra da Alemanha nazista, o túnel secreto de Berlin construído para implantar linhas telefônicas soviéticas, memorando internos e relatos de OVNIs.

Comente!