Alienígenas poderiam ter se autodestruído?

Professor Brian Cox afirma que as civilizações extraterrestres avançadas poderiam ter inevitavelmente se levado a uma autodestruição.

A questão se estamos sozinhos no universo continua a ser um dos maiores enigmas filosóficos do nosso tempo. Embora pareça quase inconcebível que a nossa civilização está sozinha no cosmos, permanece o fato de que ainda temos de obter qualquer prova em contrário.


O paradoxo de Fermi, que destaca a contradição entre a possível existência de civilizações extraterrestres e o fato de que ainda não encontramos qualquer evidência dela, parece sugerir que não existem alienígenas por aí, que eles simplesmente nunca nos encontraram, ou que eles são extremamente raros.

Agora o físico britânico Professor Brian Cox ofereceu uma potencial explicação. Qualquer civilização extraterrestre suficientemente avançada, capaz de viajar para outros mundos, argumenta ele, já teria sido extinta há muito tempo.

“Uma solução para o paradoxo de Fermi é que não seja possível executar um mundo que tem o poder de destruir a si mesma e que precisa de soluções colaborativas globais para impedir isso”, ele disse.

“O crescimento da ciência e da engenharia inevitavelmente ultrapassa o desenvolvimento de experiência política, levando ao desastre”.

Comente!