Fenômenos

Fenômenos incandescentes: Bolas de Fogo Verdes

bola-de-fogo-verde

Entre 1948 e 1951 um estranho fenômeno ocorreu no céu do sudoeste americano com tanta intensidade que os órgãos civis e militares do governo chegaram a temer que agentes inimigos estivessem infiltrados nas bases de segurança nacional.


Dois agentes do Serviço de Investigações Espaciais da Força Aérea, em Kirtland, EUA,Bolas de Fogo Verdes relataram em 8 de dezembro de 1948: “observamos, a uma altitude estimada de 600 metros acima do avião, um objeto com aspecto semelhante a um sinalizador verde em combustão, usado comumente na Força Aérea. Porém, a luz era muito mais intensa e o objeto parecia ser muito maior que o fogo de sinalização normal, decididamente não tratavasse de uma estrela cadente, meteoro ou rojão. Sua trajetória era uniforme e paralela ao solo. O fenômeno durou aproximadamente dois segundos, no fim dos quais o objeto pareceu queimar. Então houve um desvio rápido de trajetória, e um rastro de fragmentos incandescentes de cor laranja-avermelhado caiu para o solo…”

A epidemia das “bolas de fogo verdes” foi tratada com muita seriedade pelo Projeto Twinkle (“bruxuleio”) com base na Força Aérea em Holloman, Novo México. Em 1953, quando o capitão Edward J. Ruppelt, chefe do projeto Blue Book, conversou com os cientistas de Los Álamos sobre os relatos, estes externaram a convicção de que os objetos eram projéteis disparados de naves extraterrenas…

Bolas de Fogo e a ufologia:

Relatos autênticos de “ataques” de bolas de luz foram documentados pela FAB. Uma “bola de fogo” foi inclusive responsável pela queda de um avião militar. Em revistas “fortianas” e de ufologia se encontram relatórios similares vindos de toda parte do mundo, entretanto – apesar de não conseguirem explicar o fenômeno – muitos ufólogos acreditam que não sejam naves espaciais pelo tamanho reduzido de boa parte dessas esferas.

É fato que essas bolas algumas vezes acertaram pessoas provocando ferimentos graves ou mesmo a morte. Existem desde gravuras do século 18 até depoimentos de testemunhos desta década de pessoas que tiveram contato com as tais bolas. Há uma teoria (que não chega a ser uma explicação científica definitiva, porque ainda está em fase de testes) que diz que essas esferas são feitas de plasma (a mesma matéria de que são feitas estrelas como o Sol) e podem ser geradas por uma explosão violenta, etc. .

Sobre o autor

Renê Fraga

é bacharel em administração de empresas e fundador da FragaNet Networks - empresa especializada em comunicação digital e mídias sociais. Em seu portfólio estão projetos como: Google Discovery, TechCult, AutoBlog e Arquivo UFO. Também foi colunista de tecnologia no TechTudo, da Globo.com.

Comente!

error: