Argentina encerra sua unidade de investigação sobre OVNIs

ovnis

Fundado em 2011, o controverso departamento tinha apenas investigado dez avistamentos de OVNIs.


Conhecido como Comissão para o Estudo de Fenômenos Aeroespaciais (CEFAE), a unidade argentina que lembra o escritório de Mulder e Scully em Arquivo X, empregava um número de peritos civis e militares cujo objetivo era investigar avistamentos de Objetos Voadores Não Identificados no espaço aéreo do país.

Infelizmente, porém o departamento não cumpriu suas promessas e agora, após a chegada do presidente Mauricio Macri, foi oficialmente descontinuada em uma base permanente.

No seu relatório final, que também passou a ser o seu primeiro, o departamento revelou que durante seus cinco anos conseguido investigar apenas dez avistamentos de OVNIs dos quais nove tinham sido conclusivamente explicado como bolas de futebol, helicópteros, ponteiros laser, satélites e planeta Júpiter.

O décimo caso permaneceu inconclusivo, porque a testemunha não forneceu uma fotografia.

O departamento de relatório concluiu dizendo:

“Embora os casos analisados ??aqui tenham sido identificados como algo de origem conhecida, eles não deixam de constituir um testemunho muito valioso do ponto de pesquisa ufológico, especialmente em corroborando com a existência de uma percentagem esmagadora de objetos identificados (OVIs), que acabam por ser interpretações honestas, mas errôneas, em que objetos comuns foram confundidos com extraordinários”.

Comente!