Fantasmas tem a maior probabilidade de serem do sexo masculino, afirma estudo

Vigo02

Pesquisas envolvendo a análise de casos de avistamento 337 fantasma sugeriu que a maioria dos fantasmas são do sexo masculino.


Os resultados, que foram baseados em um estudo realizado em 1980 pelo psicólogo islandês Dr. Erlendur Haraldsson, também sugeriu que uma grande parcela de aparições de fantasmas pareciam estar relacionadas com pessoas que tinham sofrido uma morte violenta.

Dr. Haraldsson entrevistou centenas de testemunhas para o estudo e verificou registros oficiais para determinar a causa exata da morte em cada um dos casos.

“Encontros pessoais com os mortos são relatados por 25% dos europeus ocidentais e 30% dos norte-americanos”, ele escreveu em seu documento intitulado ‘Contatos Imediatos com os mortos’.

“Desproporcionalmente proeminentes eram aparições de pessoas que morreram de forma violenta e aparições observadas perto da hora da morte, embora na maioria dos casos, a testemunha não sabia que a pessoa tinha morrido”.

A pesquisa de Haraldsson sugeriu que o fantasma de uma pessoa que tenha morrido violentamente era mais provável de aparecer para um completo estranho, enquanto o fantasma de alguém que tenha morrido de causas naturais era mais provável que apareça para amigos e membros da família.

“O modo da morte e a identidade das pessoas falecidas foram verificada em relação a registros oficiais”, escreveu ele. “Foram relatados um bom número de experiências coletivas, alguns dos quais foram verificados por outras testemunhas.”

Comente!